Seguradora de Usher não irá cobrir indenizações nos casos de herpes

Redação - O Estado de S.Paulo

A empresa alega que o cantor nunca revelou para eles que tinha a doença

A seguradora que cobre Usher alega que não é responsável pelas indenizações nos casos de herpes por desconhecer que o cantor possuía a doença.

A seguradora que cobre Usher alega que não é responsável pelas indenizações nos casos de herpes por desconhecer que o cantor possuía a doença. Foto: Reuters / Christopher Aluka Berry

Em denúncia feita na última segunda-feira, 7, o cantor norte-americano Usher está no meio de um imbróglio judicial nos Estados Unidos. Pelo menos duas mulheres e um homem o acusam de não revelar que possuía herpes e mesmo assim manter relações íntimas com eles.

Novos documentos obtidos pela revista People revelaram que a companhia que trata do seguro do cantor entrou com petição em um dos processos movidos contra ele para não ser a responsável pelo pagamento de futuras indenizações do caso. A alegação é de que Usher nunca revelou para a seguradora que tinha a doença sexualmente transmissível.

A companhia defende que, pela lei norte-americana, eles não podem ser responsabilizados por casos fora daquilo que foi acordado entre as partes em contrato.

A seguradora também pede que, caso o processo termine em acordo antes do pedido ser avaliado, Usher seja responsabilizado pessoalmente pelo ressarcimento das quantias que a companhia tiver que desembolsar nas indenizações das vítimas.

VEJA TAMBÉM: Personalidades que já se envolveram em casos de assédio ou abuso sexual.