Saiba por que Harry pode beijar Meghan em público mas William não pode nem dar a mão a Kate

Redação - O Estado de S.Paulo

O código de conduta dos membros da realeza não permite demonstrações públicas de afeto

Harry e Meghan namoram desde 2016, enquanto William e Kate já estão casados desde 2011

Harry e Meghan namoram desde 2016, enquanto William e Kate já estão casados desde 2011 Foto: Mark Blinch / Reuters | Suzanne Plunkett / Reuters

Tente procurar imagens do príncipe William e da Kate Middleton em demonstrações públicas de afeto. Você terá muita dificuldade, porque eles, enquanto realeza, possuem uma série de regras e protocolos a seguir enquanto estão em serviço. Por isso é difícil encontrar foto do casal de mãos dadas, por exemplo.

Por outro lado, o mesmo não acontece com Harry. A família real britânica confirmou, em novembro de 2016, que ele estava namorando a atriz Meghan Markle, da série Suits. Desde então, os dois têm sido vistos juntos em algumas situações mais íntimas do que seu irmão e a cunhada.

A revista Harper’s Bazaar publicou um texto para explicar o código de etiqueta com relação ao assunto e por que há essa diferença entre os dois irmãos. Basicamente, há três motivos.

Primeiramente, a publicação diz que William e Kate serão, eventualmente, rei e rainha da Inglaterra já que ele é o segundo na linha sucessória. Harry, por outro lado, é somente o sexto na linha de sucessão. Sendo assim, sua posição é bem menos importante que a do irmão e, portanto, o rigor ao seguir o código de etiqueta é menor.

Em segundo lugar, a revista ressalta que, nos momentos em que o príncipe Harry foi flagrado de mãos dadas com Meghan, ele não estava em serviço. Dessa forma, se ele não estava representando a coroa, não haveria problema.

Por fim, a publicação nota que Harry e Meghan estão no começo do namoro, quando as demonstrações de afeto são bem mais comuns. Além disso, a atriz ainda não é um membro da realeza, o que tira sua obrigação de seguir com qualquer protocolo. Por outro lado, William e Kate estão casados há seis anos e Kate é, oficialmente, a Duquesa de Cambridge.