Rômulo Neto: 'Existe preconceito contra a beleza, contra pessoas bonitas'

Redação - O Estado de S.Paulo

'Eu acho que a pessoa que tem beleza tem que provar duas vezes mais o talento por causa do preconceito alheio', disse o modelo

Rômulo Arantes Neto.

Rômulo Arantes Neto. Foto: Luciana Prezia/ESTADÃO

O ator e modelo Rômulo Neto foi o entrevistado de Matheus Mazzafera no último vídeo publicado em seu canal do YouTube na última terça-feira, 22. Na conversa, ele falou sobre desigualdade entre homens e mulheres no mundo da moda e também sobre beleza, afirmando que ser esteticamente bonito nem sempre é algo positivo.

"Eu acho que existe sim um preconceito com relação a beleza, contra aquela pessoa que esteticamente é bonita, aquela beleza clara esteticamente. Eu acho que a pessoa que tem isso tem que provar duas vezes mais o talento por causa do preconceito alheio", disse Neto.

"Automaticamente, se fala: 'Ah, ele é bonito', e vão exigir mais de você para demonstrar talento. 'É só porque é bonitinho que tá ali'. Então acho que acaba exigindo de você duas vezes mais talento. A pessoa que é bonita geralmente é escalada para fazer papel de bonito, é difícil ela fugir do papel de galã. As oportunidades são menores. É muito importante a pessoa privilegiada esteticamente ter a oportunidade de fazer um papel fugindo dessa carcaça privilegiada esteticamente", continuou.

O modelo ainda disse que ser bonito abre portas na televisão, mas que não garante nada; "Ela pode te impulsionar no momento inicial, mas nunca vai se garantir por causa da beleza porque o que importante é seu talento e a verdade que você passa", falou.

A entrevista completa pode ser assistida abaixo: