Ricky Martin sobre assumir homossexualidade: 'Foi extremamente doloroso'

Redação - O Estado de S.Paulo

Cantor falou que seus amigos pediram para que ele não se assumisse pois iria sofrer preconceito e seria 'o fim de sua carreira'

Ricky Martin assumiu que é homossexual em 2010.

Ricky Martin assumiu que é homossexual em 2010. Foto: Chad Batka/The New York Times

Ricky Martin falou, em entrevista ao programa de TV The Daily Show with Trevor Noah, que se assumir homossexual em 2010 foi uma experiência muito dolorosa e difícil.

"Eu estava cercado por um monte de amigos que estavam falando: 'Não, não se assuma, será o fim da sua carreira'. Pessoas que me amavam, que me queriam bem, pessoas que eram vítimas de homofobia", falou o cantor.

"Some isso ao fato de que eu era um 'sex symbol', então todo mundo estava falando: 'Vai ser o fim de sua carreira'. Foi extremamente doloroso para mim até que eu disse: 'Eu não consigo aguentar mais. É tudo sobre mim agora, não sobre o que está acontecendo ao meu redor. É sobre o que eu preciso para ser feliz'", disse.

O artista diz que o que realmente fez com que ele se assumisse foram seus filhos gêmeos, Matteo e Valentino, que têm nove anos hoje. "Eu tinha meus filhos e eu disse: 'Eu preciso me assumir. Eu não posso mentir para essas lindas crianças'".