Reynaldo Gianecchini sobre sexualidade: 'você não pode cobrar o tempo de ninguém'

Redação - O Estado de S.Paulo

'Fui falar quando me senti maduro', afirmou ator, que recentemente revelou já ter se relacionado com outros homens

Reynaldo Gianecchini

Reynaldo Gianecchini Foto: Victor Pollak / Globo / Divulgação

O ator Reynaldo Gianecchini, que recentemente assumiu já ter tido romances com outros homens, voltou a falar sobre a sua sexualidade em entrevista ao Uol nesta sexta-feira, 1º.

"Esse assunto, sexualidade, é sempre tratado de uma forma rasa, como se fosse simples. Fui falar quando me senti maduro e já podia entender sobre isso. As pessoas falaram: 'por quê não falou antes?'. Porque antes eu não podia entender", afirmou.

Gianecchini prosseguiu, em seguida: "Precisei de um tempo para me conhecer, entender tudo isso, para ter coragem de olhar para você sem tantas expectativas de agradar as pessoas. Tem um processo."

O ator também falou sobre as 'cobranças' que muitas vezes são feitas para que as pessoas assumam a sua sexualidade ou falem publicamente sobre a questão: "O processo é de cada um. Você não pode cobrar o tempo de ninguém."

O ator havia abordado a questão pela primeira vez em entrevista à revista Ela no fim do mês de setembro: "Todo mundo fala da minha sexualidade, né? Me cobram muito, 'quando é que você vai sair do armário?' Acho essa expressão cafona, ultrapassada e preconceituosa".

"Já tive, sim, romances com homens e acho que é esse o momento de dizer isso. Mas nunca me senti obrigado a empunhar bandeira de homossexualidade. O desejo para mim não passa pelo gênero e nem pela idade. Demorei para falar porque isso esbarra sempre no tamanho do preconceito no Brasil. Mas agora é importante reafirmar a liberdade, por mim e por quem enfrenta repressão", continuou Reynaldo Gianecchini, na ocasião.