Restaurante de Bon Jovi oferece refeições grátis durante paralisação nos EUA

Redação - O Estado de S.Paulo

Cerca de 800 mil funcionários do governo norte-americano ficaram sem pagamentos recentemente

O cantor Jon Bon Jovi em seu restaurante, o JBJ Soul Kitchen de red Bank, nos Estados Unidos.

O cantor Jon Bon Jovi em seu restaurante, o JBJ Soul Kitchen de red Bank, nos Estados Unidos. Foto: Wayne Parry / AP Photo

O JBJ Soul Kitchen, restaurante do cantor Jon Bon Jovi, disponibilizou refeições gratuitas para funcionários do governo norte-americano que estejam sendo afetados pela paralisação parcial do governo - a mais longa da história dos Estados Unidos.

Por conta da paralisação, cerca de 800 mil servidores ficaram sem pagamento no país, o que motivou o restaurante a dedicar duas horas de seu dia para dar refeições grátis aos funcionários federais.

"O Soul Kitchen de Red Bank, Nova Jersey, estará aberto em 21 de janeiro das 12h às 14h para providenciar refeições aos funcionários federais e suas famílias", informou a página do restaurante no Facebook.

"Em linha com a nossa missão, trabalhadores federais são encorajados a se juntar a nós para uma deliciosa refeição e para aprender sobre apoio adicional e recursos disponíveis em nossa comunidade."

Joshua Wiggins, chef do Soul Kitchen, restaurante de Jon Bon Jovi em Red Bank, na última segunda-feira, 21.

Joshua Wiggins, chef do Soul Kitchen, restaurante de Jon Bon Jovi em Red Bank, na última segunda-feira, 21. Foto: Ed Murray / NJ Advance Media for NJ.com / via AP

Dois dias depois, a unidade de Toms River passou pela mesma ação.

Desde sua fundação, em 2011, O JBJ Soul Kitchen não especifica valores em seu cardápio. Cada cliente pode pagar o quanto quiser, deixando um envelope sobre a mesa. Quem não puder pagar, tem a opção de oferecer algum tipo de serviço comunitário pela refeição.