Renato Aragão recebe primeira dose da vacina contra covid-19

Bárbara Correa* - O Estado de S.Paulo

Outra personalidade que foi vacinada foi o Padre Júlio Lancellotti, que participou da imunização de moradores de rua acima de 60 anos em São Paulo hoje, 12

Renato Aragão foi vacinado contra covid-19 nesta quinta-feira, 11, no Rio de Janeiro

Renato Aragão foi vacinado contra covid-19 nesta quinta-feira, 11, no Rio de Janeiro Foto: Instagram/ @renatoaragao

Na tarde desta quinta-feira, 11, Renato Aragão foi vacinado contra a covid-19. O ator de 86 anos recebeu a primeira dose da Coronavac na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. 

No Instagram, o comediante compartilhou uma foto com o comprovante da vacinação e outra recebendo a dose da imunização no seu carro, em um drive-thru. “O grande dia chegou, pessoal! Que alívio”, comemorou ele. 

“Há 30 anos, eu defendo o direito das crianças e adolescentes à educação, proteção e saúde junto com o Unicef. E claro que isso inclui o direito à vacinação para prevenir doenças sérias, mas que podem ser evitadas com vacinas disponíveis para todos (...) Por eu ser uma criança de 86 anos, estou aqui para tomar minha vacina contra a covid-19”, escreveu. 

“As vacinas salvam milhões de vidas todos os anos, mas muita gente está deixando de vacinar suas crianças. Então, não duvide e não vacile: leve seus filhos para vacinar! Mantenha a caderneta em dia, mesmo na pandemia! E quando a sua vez chegar, vacine-se”, finalizou Renato.

Padre Júlio Lancellotti é vacinado hoje, 12

O Padre Júlio Lancellotti também recebeu a primeira dose da Coronavac na manhã desta sexta-feira, 12. O coordenador da Pastoral do Povo da Rua compartilhou nas redes sociais uma foto apresentando o comprovante de vacinação. 

Lancelotti, 72 anos, trabalha diretamente na assistência a pessoas em vulnerabilidade social. Hoje, a Prefeitura de São Paulo iniciou a vacinação de moradores de rua com mais de 60 anos e o padre recebeu a imunização junto. 

Durante o mesmo evento ocorrido no Palácio dos Bandeirantes, a primeira pessoa a ser vacinada contra a no Brasil, a enfermeira Mônica Calazans, também foi imunizada com a segunda dose da Coronavac. 

*Estagiária sob supervisão de Charlise Morais