Rafinha Bastos pede desculpas por vídeo defendendo manifestação nazista

Redação - O Estado de S.Paulo

Humorista havia dito que 'todos precisam ter o direito de falar o que pensam'

Rafinha Bastos

Rafinha Bastos Foto: YouTube / @Rafinha Bastos

O humorista Rafinha Bastos publicou um vídeo em seu canal no YouTube em que se desculpa pelo vídeo que fez há alguns dias, comentando sobre manifestações nazistas e racistas na cidade de Charlottesville, nos Estados Unidos: "Tem duas palavrinhas que agora eu preciso dizer a respeito do que falei naquele vídeo: eu errei".

Na ocasião, Rafinha havia defendido o direito de expressão dos grupos envolvidos nos atos, afirmando que seria melhor que pudessem expôr suas ideias do que serem censurados. "Mesmo sabendo que a liberdade pode gerar esse tipo de problema, te confesso que é muito mais seguro que seja dessa forma. Cercear liberdade de expressão é um perigo em diversas instâncias. Numa sociedade democrática, todos precisam ter o direito de falar o que pensam, tá bom? Sem defender um grupinho ou outro", opinou.

Agora, Rafinha fez questão de se redimir: "Minha luta por liberdade de expressão não pode justificar um comportamento nazista ou racista. Em nenhum momento enquanto eu tava fazendo aquele vídeo, me passou pela cabeça que talvez interpretassem que eu estivesse passando pano para nazista. Quando isso aconteceu, eu fiquei chateado pra caralho, eu confesso. Mas revendo o vídeo, a maneira como me expressei, eu entendo essa interpretação".

Confira os vídeos abaixo: