R. Kelly responde acusações com nova música 'I Admit'

Redação - O Estado de S.Paulo

Cantor já se envolveu em diversas polêmicas ao longo da carreira

R. Kelly divulga música como forma de defesa.

R. Kelly divulga música como forma de defesa. Foto: Instagram / @rkelly

Depois de tantas polêmicas sexuais, o cantor de rhythm and blues (R&B) R. Kelly publicou uma música de 19 minutos chamada I Admit (Eu admito, na tradução literal) em resposta às acusações que sofreu ao longo de sua carreira. 

O tom defensivo predomina na música, que menciona diversos momentos da trajetória do cantor. Ele admite que cometeu erros logo no primeiro verso, mas ao longo da música nega todas as acusações, principalmente as que envolvem escravas sexuais morando em sua casa.

Kelly também usou a letra da música para revelar que foi abusado sexualmente aos 14 anos. No trecho, o cantor diz: "Eu admito que um membro da família me tocou".

R. Kelly já havia sido denunciado por pornografia infantil e relação sexual com menores de idade. Alguns pais chegaram a acusá-lo de manter suas filhas em um "culto abusivo", o que foi reafirmado por ex-funcionários do cantor. Eles dizem que "seis mulheres vivem em propriedade alugadas por Kelly em Chicago e nos subúrbios de Atlanta, e ele controla cada aspecto de suas vidas: dita o que comem, como se vestem, quando tomam banho, quando dormem, e como interagem nos encontros sexuais que ele grava".

Apesar das denúncias, as filhas rebatem que não estão sendo mantidas contra sua vontade na casa do cantor.