R. Kelly é preso em Chicago por posse de pornografia infantil

Agências - AP

Indiciamento por crimes sexuais inclui 13 acusações de pornografia infantil, corrupção de menores e obstrução de justiça

O cantor R. Kelly, em março de 2019.

O cantor R. Kelly, em março de 2019. Foto: Ashlee Rezin/Chicago Sun-Times via AP

O cantor R. Kelly, de 52 anos, foi preso na noite da última quinta-feira, 11, em Chicago, com base em acusações de crimes sexuais, informou o porta-voz da promotoria Joseph Fitzpatrick. Ele acrescentou, ainda, que o indiciamento inclui 13 acusações de pornografia infantil, corrupção de menores e obstrução de justiça.

Esta é a segunda vez neste ano que Kelly é preso em Chicago por acusações de abuso sexual. O cantor, cujo nome verdadeiro é Robert Kelly, foi preso em fevereiro e acusado de abuso sexual de quatro mulheres, três delas eram menores de idade quando os supostos abusos ocorreram. O cantor se declarou inocente destas acusações e foi colocado em liberdade sob fiança.

Depois, em 30 de maio, a promotoria do condado Cook registrou outras 11 acusações, incluindo o de uma mulher que acusa o cantor de abusar sexualmente dela quando era menor de idade.

Os advogados de Kelly ainda não comentaram a prisão. Fitzpatrick disse, entretanto, que ainda não foi fixada uma data para o julgamento.