Príncipe William cede pista de pouso da realeza britânica para ambulâncias aéreas

Redação - O Estado de S.Paulo

Ponto de aterrissagem do Palácio de Kensington vai facilitar o transporte de insumos hospitalares durante a pandemia do novo coronavírus

Príncipe William

Príncipe William Foto: Hannah McKay/Reuters

O príncipe William cedeu a pista de pouso dos helicópteros oficiais do Palácio de Kensington, em Londres, para ambulâncias aéreas aterrissarem e serem reabastecidas com materiais hospitalares destinados aos profissionais de saúde. As informações são do jornal espanhol 20 minutos.

O duque de Cambridge está passando a quarentena em sua casa em Norfolk, interior da Inglaterra, com Kate Middleton e os três filhos: George, de seis anos, Charlotte, de quatro, e Louis, de dois. Portanto, a ajuda para o combate ao coronavírus não vai atrapalhar a rotina da família.

A pista do Palácio de Kensington é um ponto estratégico para o sistema de saúde britânico e trará economia de tempo para as equipes médicas, pois está em um local próximo a alguns dos depósitos usados para armazenar insumos hospitalares. Antes, o ponto de referência das equipes paramédicas era o aeroporto de Watford, a 32 km de distância da capital Londres.

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

VEJA TAMBÉM: Personalidades que fizeram doações para ajudar no combate ao coronavírus

Shane Bevel/The New York Times
Ver Galeria 11

11 imagens

Receba no seu email as principais notícias do dia sobre o coronavírus