Primeira edição do Alma Festival chega ao Brasil com shows de Mano Brown e Djonga

Beatriz França - Especial para o Estadão

Evento, que acontecerá no próximo dia 4 de junho, no Rio de Janeiro, vai integrar música, games, artes e esportes

Mano Brown e Djonga são principais atrações do Alma Festival, que acontecerá em 4 de junho, no Rio de Janeiro.

Mano Brown e Djonga são principais atrações do Alma Festival, que acontecerá em 4 de junho, no Rio de Janeiro. Foto: Alma Festival e Taba Benedicto/Estadão

A primeira edição do Alma Festival chega no Rio de Janeiro no próximo dia 4 de junho. Mano Brown, Planet Hemp, Matuê, Djonga, ConeCrewDiretoria L7nnon são as principais atrações do evento.

Além de muita música, a produção do Alma promete ter games, artes e esportes. Fora os nomes já citados, o festival terá headliners com diversos artistas da cena do rap e funks locais, como Xamã, Cynthia Luz, MC Maneirinho, Rapha Lima e muito mais.

Os organizadores do festival esperam receber entre 15 e 20 mil pessoas, pois o evento acontecerá no espaço Riocentro e a ideia é que o público possa aproveitar livremente todas as atrações que estarão diretamente integradas. 

O mais interessante é que os artistas que vão se apresentar no palco música poderão ser vistos disputando partidas de games ou dando uma voltinha de skate pela pista da Street Gamers Arena, um espaço no Alma especialmente para integrar os universos dos games e urbanos.

Além disso, o festival ainda terá a grande final do torneio de eSports de Fifa e Free Fire. As disputas acontecem online de forma gratuita na plataforma Player1 e as inscrições já estão abertas. Os finalistas serão convidados para participar das disputas ao vivo no dia do evento.

As partidas da grande final serão transmitidas nos telões do Riocentro, enquanto artistas de grafite fazem oficinas com o público. Também será possível aproveitar as quadras de basquete 3x3 para se divertir e, quem sabe, ainda jogar uma partida com seu ídolo do hip hop. 

O conceito do Alma Festival é a integração genuína entre música, games, artes e esportes, bem como valorizar o respeito entre a diversidade de cores, gêneros, sexualidades, culturas e formas.

As vendas dos ingressos já começaram e os valores variam de R$ 120 a R$ 240. A faixa etária para o festival é acima de 16 anos.