Polícia de Los Angeles investiga ameaças de Charlie Sheen à ex-namorada

- Bang Showbiz

Ator está sendo investigado pela unidade de gerenciamento de ameaças da polícia de Los Angeles, após ele supostamente intimidar sua ex-noiva Brett Rossi

O ator Charlie Sheen é investigado pela polícia por fazer ameaças à ex-namorada

O ator Charlie Sheen é investigado pela polícia por fazer ameaças à ex-namorada Foto: Bang Showbiz

A unidade de gerenciamento de ameaças da polícia de Los Angeles iniciou uma investigação tendo como alvo o ator Charlie Sheen.

A Justiça concedeu à ex-noiva de Charlie, Brett Rossi, uma ordem de restrição temporária contra o ator em meio a alegações de que ele teria ameaçado pagar US$ 20 mil para ter a "cabeça dela chutada" e agora a polícia de Los Angeles abriu investigação para apurar a denúncia.

No mês passado, o National Enquirer e Radar Online publicaram trechos de uma fita em que Charlie pode supostamente ser ouvido fazendo as ameaças e, na última terça-feira (6), o LAPD emitiu um mandado de busca na sede da empresa American Media Inc. em Nova York, a fim de obter acesso ao áudio.

Eles também confirmaram à NBC New que Charlie é agora sujeito de uma "investigação de ameaça de crime grave".

No entanto, a American Media Inc. afirmou que o mandado "viola a lei federal e estadual que proíbe o uso de mandados de busca contra as empresas de mídia que estão relatando notícias e informação".

Brett - cujo nome verdadeiro é Scottine Ross - entrou com um processo de US$ 5 milhões contra Charlie no ano passado depois que ele supostamente não lhe informou que ele era HIV positivo até depois de eles terem praticado sexo desprotegido cinco vezes e ela encontrar sua medicação.

Ela também afirmou que o ator, com quem ela namorou de 2013 até 2014 e manteve um breve noivado, a forçou a ter um aborto e era fisicamente abusivo contra ela. Charlie negou todas as acusações e teria se recusado a encerrar a ação fora do tribunal com ela por US$ 1 milhão.

Em novembro passado - um mês antes de Brett entrar com a ação judicial - Charlie anunciou que tinha HIV através de uma entrevista de TV ao vivo no programa Today com o apresentador da NBC, Matt Lauer.