Papa pede que famílias evitem usar celular durante refeições

Agência - Ansa

Religioso ressaltou que é importante 'reanimar a comunicação' entre os familiares

Papa Francisco envia uma mensagem de telefone celular no fim de uma audiência com servidores de altar na praça de São Pedro em 31 de julho de 2018

Papa Francisco envia uma mensagem de telefone celular no fim de uma audiência com servidores de altar na praça de São Pedro em 31 de julho de 2018 Foto: Alessandro Bianchi/ Reuters

O papa Francisco chamou à atenção neste domingo, 29, das famílias que utilizam celulares durante as refeições e fez um apelo para que as pessoas conversem mais com as outras.

No tradicional Ângelus, na praça São Pedro, no Vaticano, o Pontífice citou Jesus, Maria e José como um exemplo que todas as famílias devem seguir, porque eles "rezavam, trabalhavam e se comunicavam entre si".

"Eu me pergunto se você, em família, sabe como se comunicar ou se você é como aquelas crianças nas mesas de refeição que ficam falando no celular?", questionou.

Francisco acrescentou que "na mesa há um silêncio como se estivessem na missa" e ainda ressaltou que é preciso "reanimar a comunicação na família".

O líder argentino também enfatizou que a família "é um tesouro precioso" e deve ser apoiada e protegida. "Temos que voltar a nos comunicar em nossas famílias. Pais, crianças, avós, irmãos e irmãs, essa é uma tarefa para ser assumida hoje, no dia da Família Sagrada".

Por fim, Jorge Bergoglio lembrou de todas as famílias obrigadas a emigrar, como a formada por Jesus, Maria e José, que foram obrigados a ir para o Egito. "Solidariedade com todas as famílias do mundo forçadas ao exílio, com todos aqueles que são forçados a abandonar suas terras por causa da repressão, violência, guerra".