Paola Carosella reivindica direito de trabalhadores por greve 

Redação - O Estado de S.Paulo

Chef copiou a lei da Constituição Federal que assegura o direito de greve

Chef usou o Twitter para se posicionar

Chef usou o Twitter para se posicionar Foto: Tiago Queiroz/ Estadão

Na última terça-feira, 25, Paola Carolla usou seu Twitter para falar sobre a greve geral que está programada para a próxima sexta-feira, 28. Em resposta ao Estadão, em uma matéria sobre o posicionamento de Dória em relação à paralisação, a chef usou a Constituição Federal para rebater o prefeito de São Paulo. 

"Art. 1º É assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo. Lei Nro 7.783", tuitou Paola, em defesa a quem pretende aderir à greve.

Alguns seguidores apoiaram a chef, mas outros a atacaram e disseram que ela não deveria opinar por não ser brasileira. A um deles Paola respondeu: "Boa tarde. Apenas copiei o artigo 1 da Lei. 7 783. É uma lei do teu pais".