Pai de Meghan Markle sofre ataque cardíaco e não irá mais ao casamento

Redação - O Estado de S.Paulo

Em entrevista para site TMZ, Thomas Markle disse que passará por uma cirurgia, mas arriscaria sua saúde para acompanhar a filha ao altar

Thomas Markle, pai de Meghan Markle, anunciou que não irá mais ao casamento da filha com o príncipe Harry após sofrer um ataque cardíaco

Thomas Markle, pai de Meghan Markle, anunciou que não irá mais ao casamento da filha com o príncipe Harry após sofrer um ataque cardíaco Foto: Hannah McKay/Reuters

*Atualizada às 9h55 de 16/05/2018.

Thomas Markle, pai de Meghan Markle, não irá mais para a cerimônia do casamento da filha com o príncipe Harry no próximo sábado, 19. Escalado para levar Meghan até o altar da St. George’s Chapel, Thomas disse em entrevista para o site TMZ que sofreu um ataque cardíaco há alguns dias e não quer envergonhar a filha.

Mais tarde, o mesmo site informou que Thomas será submetido a uma cirurgia para desobstrução de artérias. Ainda assim, ele garantiu ao portal que, se os médicos autorizassem, ele arriscaria sua saúde e iria para a Inglaterra a fim de acompanhar a filha no castelo de Windsor.

O anúncio veio depois de uma meia-irmã de Meghan, Samantha Grant, admitir que pagou uma empresa de paparazzi para fazer encenar fotos do pai como forma de melhorar sua imagem na imprensa mundial.  Fotos de Thomas em um cibercafé, vendo fotos da filha com o príncipe na internet, e tendo medidas tiradas para fabricação de um terno circularam pela imprensa internacional nos últimos dias.

A relação de Meghan Markle com sua família paterna é complicada. Com dois meio-irmãos mais velhos de outros casamentos do seu pai, seus parentes estamparam as manchetes mundiais desde o anúncio do casamento e poucas vezes por boas razões: além do episódio envolvendo os paparazzi, Thomas Markle Jr. escreveu carta pedindo o cancelamento do casamento alegando que Meghan não era a "mulher ideal para Harry". Até o momento, não se sabe quem levará Meghan ao altar. 

De acordo com a CNN, um porta-voz do palácio de Kensington emitiu um comunicado sobre o caso: "'Esse é um momento profundamente pessoal para a sra. Markle nos dias antes de seu casamento. Ela e o príncipe Harry pedem novamente por compreensão e respeito a serem extendidos ao sr. Markle nesta difícil situação."