Padre Fábio de Melo homenageia a mãe, que está na UTI com covid-19

Redação - O Estado de S.Paulo

O religioso demonstrou sua preocupação com saúde de Ana Maria e todos atingidos pela doença

Padre Fábio de Melo e a mãe, Ana Maria, que está na UTI com covid-19

Padre Fábio de Melo e a mãe, Ana Maria, que está na UTI com covid-19 Foto: Instagram/ @pefabiodemelo

O padre Fábio de Melo, 49, homenageou sua mãe, que está internada no hospital em Uberlândia, Minas Gerais, com covid-19 desde o dia 15 de março. Ana Maria precisou ser transferiada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no último domingo, 21, quando o religioso postou em seu perfil do Instagram a foto de uma paisagem interiorana e declarou seu amor.

“Eu queria dar a minha paisagem a ela. Coar um café, assar um bolo, pão de queijo, decretar a inutilidade de todas as dietas. Sentar-me ao seu lado, ouvir suas histórias, fingir que é a primeira vez que são contadas. Surpreender-me com o que sempre soube. Desprender-me das palavras, colocar inteira atenção nos gestos, só para sabê-los de cor. Para que um dia, quando o definitivo do tempo romper o cordão umbilical imaginário, eu venha ressuscitá-la com minha memória”, escreveu o padre.

“Porque o amor é o breve esquecimento de que tudo passa, a fração generosa que nos faz acreditar que somos eternos. Hoje, ah se eu pudesse… Eu daria a minha paisagem a ela. Mãe, sabe este horizonte que avisto da minha varanda? Ele é todo seu”, finalizou Fábio.

O religiosos tem transparecido, na tradicionais frases que compartilha nas redes sociais, a preocupação com Ana Maria e todos atingidos pela covid-19. “O sofrimento tem muitas faces. Há os que sofrem nas UTIs, há os que sofrem por não terem UTI (...) Não, nem no sofrimento somos todos iguais”, escreveu em uma postagem. Em sua última publicação, nesta quarta-feira, ele refletiu: “São 300 mil vazios, uma infinidade de corações dilacerados, porque não poderão mais perguntar: ‘a que horas você chega?’”.