Novo álbum de Adele foi escrito para explicar divórcio ao filho

Reuters - O Estado de S.Paulo

Cantora disse que sentiu a necessidade de justificar, por meio das canções, por que decidiu 'desmantelar' a vida do menino em prol da própria felicidade

'Meu corpo foi objetificado em toda a minha carreira. Visualmente, eu representei muitas mulheres, mas ainda sou a mesma pessoa', diz Adele sobre perda de peso.

'Meu corpo foi objetificado em toda a minha carreira. Visualmente, eu representei muitas mulheres, mas ainda sou a mesma pessoa', diz Adele sobre perda de peso. Foto: Reprodução de 'Adele - Hello (The Bachelor-SNL/2020)' / YouTube / Adeleamx

Preparando-se para um retorno musical, Adele contou que o próximo álbum que vai lançar foi escrito para explicar o divórcio dela ao filho Angelo, de 9 anos. Será o quarto disco da carreira da cantora - o último é de 2015 -, que o descreve como "sensível".

A artista de 33 anos se separou do executivo Simon Konecki e falou abertamente sobre esse momento em entrevista à revista Vogue britânica.

"Eu apenas senti que queria explicar a ele, por meio desse álbum, para quando ele estiver com seus vinte ou trinta anos, quem eu sou e por que eu voluntariamente escolhi desmantelar toda a vida dele em busca da minha própria felicidade", disse Adele. "Isso o deixava muito infeliz às vezes. E essa é uma ferida real para mim que não sei se algum dia serei capaz de curar", completou.

"É sensível para mim, esse álbum, apenas o quanto eu o amo", disse. Na terça-feira, ela publicou um pequeno videoclipe do próximo single, Easy On Me, que será lançado em 15 de outubro.

Os fãs especularam que a nova música da cantora e compositora era iminente depois que misteriosas placas com o número 30 foram colocadas em prédios ao redor do mundo.

Adele nomeou os três álbuns anteriores com idades que foram marcantes para ela - 19, 21 e 25 - e teve sucesso estratosférico com canções como Someone Like You e Hell", nas quais canta sobre separações e arrependimentos. "Quando eu tinha 30 anos, minha vida inteira desmoronou e eu não tive nenhum aviso disso", afirmou ela.

A cantora, que mora do outro lado da rua de Konecki e divide a custódia de Angelo com ele, também falou sobre a perda de peso, que ganhou as manchetes. "Meu corpo foi objetificado em toda a minha carreira. Não apenas agora. Eu entendo por que é um choque", disse. "Visualmente, eu representei muitas mulheres. Mas ainda sou a mesma pessoa."