'Não tenho problema em ser pai, avô e mulher', diz Laerte

Redação - O Estado de S.Paulo

Cartunista falou sobre a relação com seu neto e disse respeitar a própria história

Laerte Coutinho

Laerte Coutinho Foto: Divulgação / RedeTV!

A cartunista Laerte Coutinho falou sobre como é a relação sua e de sua família em relação ao seu gênero em entrevista ao Documento Verdade, da RedeTV!, que vai ao ar nesta sexta-feira, 27.

"Não tenho problema em ser pai, não tenho problema em ser avô também, e sou uma mulher. O meu neto entende isso, sabe disso. Ele tem um jeito muito engraçado de formular isso: 'Você é menino e menina, né?'. Eu digo que sou", conta.

Apesar de se denominar no feminino, ressalta: "Não sou mulher, sou uma pessoa trans. Tenho essa vivência no feminino, mas não sou uma mulher. Inclusive, isso é objeto de alguma hostilidade, como se eu estivesse pretendendo ser reconhecida como uma mulher '100% mulher', coisa que não existe. Me apresento como uma pessoa transgênero, uma mulher trans".

Pelo fato de ter sido conhecida pelo grande público como homem durante a maior parte de sua vida, ela também revela compreensão quando alguém a trata no masculino: "Passei minha vida inteira sendo conhecida como 'conhecido'. Passei minha carreira toda vinculada a uma pessoa masculina, então eu respeito isso. Gosto da minha história também"

"Não estamos falando da minha vida. Estamos falando da vida de milhões de pessoas. E não só as pessoas que estão se expressando de forma transgênera (sic), são as pessoas que ainda vão se expressar. É a liberdade que estamos tentando conquistar para todo mundo", comenta a respeito da exposição midiática que seu nome traz.

Laerte também foi questionada sobre possíveis diferença entre a época em que era crossdresser e agora, como uma pessoa trans: "Em termos de cabeça, nenhuma. Eu não virei outra pessoa, sou a mesma pessoa, mais satisfeita, mais tranquila, e, por causa disso, estou pensando melhor. Meu trabalho não se transformou porque agora sou mulher. Se transformou porque agora estou tranquila em relação às coisas que eram angustiantes para mim e eu não sabia."

O programa completo será exibido nesta sexta-feira, 27, a partir das 23h15, na RedeTV!.