'Não tenho ideia de quando parar', diz Serginho Groisman sobre aposentadoria

Redação - O Estado de S.Paulo

Com 40 anos de carreira e 70 de idade, apresentador está à frente do 'Altas Horas' há duas décadas

Aos 70 anos, Serginho Groisman não pensa em aposentadoria: 'o tempo vai seguindo, vamos fazendo dia a dia'.

Aos 70 anos, Serginho Groisman não pensa em aposentadoria: 'o tempo vai seguindo, vamos fazendo dia a dia'. Foto: Globo/Divulgação

Serginho Groisman vai apresentar o milésimo Altas Horas neste sábado, 23, programa que completou 20 anos em outubro do ano passado. Aos 70 anos de idade e 40 de carreira, o apresentador não pensa em aposentadoria, afirma viver o hoje e das boas ideias que vão surgindo.

"Penso no que está acontecendo agora, nas oportunidades que vão aparecendo. (...) Tenho uma ocupação muito grande, meu foco é o agora. Não fico projetando o tempo, mesmo porque o tempo parou no ano passado, tudo foi ressignificado", disse ele em entrevista ao GShow.

Formado em jornalismo em 1977, Groisman trabalhou em rádio, TV, jornal e deu aulas em faculdades. Com tantas histórias para contar, pensa em escrever um livro de memórias para contar o que já testemunhou na vida e na carreira jornalística, desde os tempos do colégio.

"Não tenho ideia de quando parar. Sei que o tempo vai seguindo, vamos fazendo dia a dia, e toda vez que temos algo para celebrar, a gente celebra", diz. Sobre o Altas Horas, ele descrever que "é um dos programas que mais faz festa".

Outra ideia do apresentador é fazer um documentário para a televisão, onde também quer continuar focado no programa. "Ver o que dá para melhorar, o que pode despertar a vontade de as pessoas verem essa cara que já aparece há tanto tempo na televisão. (...) Estar sempre antenado para poder fazer boas entrevistas e bons musicais", afirmou.

Por enquanto, ele segue no agora e nas gravações do programa que voltou a ser em estúdio. Segundo ele, a decisão de retornar presencialmente em meio à pandemia do novo coronavírus foi difícil. "Claro que eu tenho receio, mas faço com muito amor. Já fiz uns oito ou nove testes de covid. Toda semana tem que fazer, tem que resguardar", contou.

Altas Horas de número mil terá como tema o Big Brother Brasil, que está perto de iniciar a 21ª edição. Ex-participantes e campeões do reality show vão participar do programa deste sábado. No palco, estarão Thelma Assis e Kaysar Dadour; virtualmente, entram no telão Marcela McGowan, Babu Santana, Gizelly Bicalho e Flayslane, do BBB 20, e Patrícia Leitte, Mahmoud Baydoun, Breno Simões, Paula Amorim e Gleici Damasceno, do BBB 18.