'Não escreveria essa canção hoje', diz Luiz Caldas sobre 'Fricote'

Redação - O Estado de S.Paulo

Cantor falou sobre a letra, lembrada pelo trecho 'Nega do cabelo duro', e citou que o 'politicamente correto às vezes é necessário'

Luiz Caldas

Luiz Caldas Foto: Fernando Vivas / Estadão

Luiz Caldas, cantor de sucesso na década de 1980 e um dos precursores do axé no Brasil, falou sobre a letra da música Fricote (lembrada pelo trecho "Nega do Cabelo Duro") em entrevista ao Mais Você desta terça-feira, 18.

"A letra é um tanto polêmica. Mas era uma outra época, né?", questionou a apresentadora Patrícia Poeta sobre a canção, datada de 1985.

"Eu acredito que Os Trapalhões não existissem, se fossem ser criados hoje em dia. Hoje existe o politicamente correto e, às vezes, [é] necessário também", respondeu Luiz Caldas.

Na sequência, prosseguiu: "Eu não escreveria essa canção hoje, a letra desta forma... Mas existe? Existe e faz parte da história. É super alegre e positiva".

Luiz Caldas ainda contou que não canta a música em todos os seus shows: "Às vezes eu toco e às vezes não, porque, graças a Deus, são muitas músicas".

Relembre abaixo a música Fricote, de Luiz Caldas:

VEJA TAMBÉM: 'Politicamente incorretas' - piadas dos Trapalhões que não seriam aceitas hoje em dia

Wilton Junior/Estadão
Ver Galeria 10

10 imagens