‘Não é hora de exibir os confortos que desfrutamos na quarentena’, diz padre Fábio de Melo

Redação - O Estado de S.Paulo

Religioso afirma que exibir os luxos de casa durante o isolamento social pode ser uma ‘afronta a quem tão pouco tem’

Padre Fábio de Melo

Padre Fábio de Melo Foto: Iara Morselli / Estadão

O padre Fábio de Melo usou seu perfil no Instagram nesta terça-feira, 31, para refletir sobre o isolamento social em tempos do novo coronavírus.

Diante das tantas publicações de personalidades sobre seus luxos em casa, o religioso avalia que é preciso ter cuidado com o que as pessoas tornam público sobre elas. "Não acredito que seja hora de exibir os confortos que desfrutamos na quarentena", afirma. 

"Ainda que tudo seja resultado de trabalho honesto, isso pode gerar ainda mais sofrimento nos que vivem privados de coisas tão básicas e elementares. Há pessoas enclausuradas em espaços exíguos, desprovidas de conforto e dignidade. O nosso exibicionismo pode ser afronta a quem tão pouco tem", reflete.

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

Fábio de Melo constantemente publica seus pensamentos em relação à solidariedade e à pobreza. Recentemente, ele afirmou pelo Instagram que "não é a soma que nos enriquece, mas a divisão". Em outro momento, ele falou sobre a solidão: "sem nenhuma piedade, sem culpa e sem receio, ela nos reduz a nós mesmos."

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Tenho pensado muito nisso. Por favor, corrijam-me se eu estiver errado.

Uma publicação compartilhada por pefabiodemelo (@pefabiodemelo) em

VEJA TAMBÉM: Por que Fábio de Melo é o padre mais pop da atualidade

Instagram / @pefabiodemelo
Ver Galeria 14

14 imagens

Receba no seu email as principais notícias do dia sobre o coronavírus