Nanda Costa compartilha relato de parto das gêmeas: 'Faria tudo de novo'

Redação - O Estado de S.Paulo

Atriz sofreu com pressão alta e filhas nasceram antes do previsto; uma das bebês precisou ficar internada para ganhar peso

Nanda Costa e filhas Kim e Tiê 

Nanda Costa e filhas Kim e Tiê  Foto: Instagram/ @nandacosta

A atriz Nanda Costa compartilhou neste sábado, 20, um relato sobre como foi o parto das filhas, que completaram um mês de vida na sexta-feira, 19. Na descrição, feita em dois posts no Instagram, ela explica por que precisou antecipar a data de nascimento das gêmeas e disse que uma delas teve de ficar na UTI para ganhar peso.

Embora tenha tido uma gravidez tranquila, Nanda sofreu de pré-eclâmpsia, uma condição de saúde caracterizada pelo aumento da pressão arterial durante a gestação. 

Por isso, o parto teve de ser feito quando ela estava há 35 semanas e 3 dias grávida. Kim foi a primeira a nascer, mas devido ao baixo peso, ficou internada na UTI até atingir, pelo menos, dois quilos. Tiê veio em seguida com 2,2 quilos. "Tiê e eu recebemos alta cinco dias após o parto", disse.

No entanto, um dia após voltar para casa, a atriz precisou ser internada, pois a pressão arterial voltou a subir. "Graças a Deus, tenho uma rede de apoio maravilhosa, médicos incríveis, minha mãe, minha sogra, meus amigos, as dindas e dindos das minhas filhas, a minha mulher, que amo cada dia mais e mais, e, claro, as minhas filhas por terem nos escolhido", completou.

A pequena Kim só foi para casa duas semanas após o parto e agora todas estão bem. Na publicação, Nanda agradaceu aos profissionais da saúde que a ajudou e se declarou para a mulher. "Obrigada Lan, havia de ser com você, só tinha de ser com você! Te amo pra sempre."

Veja os posts abaixo: