Morre aos 58 anos o ator Guilherme Karam

- O Estado de S.Paulo

Ele tratava de uma doença degenerativa há dois anos no Hospital Naval Marcílio Dias

Foto: Divulgação/Globo

Na manhã desta quinta-feira, 7, o ator Guilherme Karam morreu aos 58 anos.

Ele estava internado há dois anos no Hospital Naval Marcílio Dias, na Zona Norte do Rio de Janeiro, para tratar de uma doença degenerativa, a síndrome de Machado - Joseph.

Veja mais informações aqui

A Rede Globo emitiu comunicado para lamentar a morte do ator; leia abaixo:

Morreu nesta manhã o ator Guilherme Karam. Karam estreou na Globo com o personagem Políbio, da novela "Partido Alto", em 1984. Depois de três novelas na extinta TV Manchete, voltou à Globo em 1988 e passou a integrar o elenco do humorístico 'TV Pirata'. Com o personagem Zeca Bordoada, apresentador do quadro "TV Macho", Guilherme Karam se consagrou como um dos maiores humoristas da sua geração. 

 

Depois do fim da 'TV Pirata', o ator voltou a fazer novelas e minisséries na Globo. Foi o Porfírio de 'Meu Bem, Meu Mal' (1990) e conquistou o público com o bordão 'Divina Magda', que usava para se referir à sua deusa, interpretada por Vera Zimmermann. Participou ainda das novelas 'Perigosas Peruas' (1992), 'Explode Coração' (1995), Pecado Capital (1998) e 'O Clone' (2001), além das minisséries 'Engraçadinha: Seus Amores e Seus Pecados' (1995) e 'Hilda Furacão' (1998). Seu último papel antes de se afastar dos palcos e da TV foi em 2005, na novela 'América', como Geraldito, um crooner de bar que queria virar celebridade em Hollywood.