'Monogamia é uma coisa inviável', diz Maria Ribeiro

- O Estado de S.Paulo

Recém-saída do 'Saia Justa', apresentadora é capa da revista 'TPM'

A edição de janeiro da revista TPM traz um papo descontraído entre a apresentadora Maria Ribeiro e a cantora Karol Conka na capa. Juntas, elas abriram o jogo sobre questões pessoais, envolvendo temas como sexualidade, família e monogamia. 

"Eu acho que a monogamia é uma coisa inviável", disse Maria Ribeiro, que é casada com o ator Caio Blat. "Mas ao mesmo tempo não consegui descobrir nenhuma outra saída. Eu acho que, se a pessoa saiu com alguém, mas não me expôs e usou camisinha, não é traição, tá tudo certo", completou. "Sabia que já tentei ter um relacionamento aberto com um antigo namorado? Mas, no fundo, queria que fosse aberto só pra mim! Assumo: sou egoísta, teria um relacionamento aberto se fosse só eu ficando com outras pessoas [risos]", brincou Karol.

Questionadas sobre suas orientações sexuais, ambas se definem como bissexuais, mas com experiências bastante distintas. 

"Eu sempre soube que era bi, desde pequena. Não namorei, mas já fiquei, transei. Na minha cabeça, acho que não conseguiria namorar mulher", disse Karol. "Tenho até uma moça em vista, mas preciso avisá-la [risos]. Pra ser bem honesta, nunca tive interesse em mulher, mas gostaria de ter, entende? Você é muito mais evoluída que eu, Karol! Eu não pego mulher e ainda tomo antidepressivo...", comentou Maria.