Miley Cyrus usa figurino vegano em clipe de 'Don't Call Me Angel'

Redação - O Estado de S.Paulo

Cantora foi elogiada por ativistas e chamada de 'anjo dos animais'

Miley Cyrus no clipe de 'Don't Call Me Angel'.

Miley Cyrus no clipe de 'Don't Call Me Angel'. Foto: Reprodução do clipe 'Don’t Call Me Angel' (2019) / YouTube

Miley Cyrus foi elogiada por ativistas ao vestir um figurino vegano no clipe de Don't Call Me Angel – que também conta com a participação de Ariana Grande e Lana Del Rey. A música é tema do novo filme Charlie's Angels (As Panteras, em português).

De acordo com a organização Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais (PETA, na sigla em inglês), Miley solicitou que sua roupa fosse inteiramente vegana, com penas artificiais e couro vegano.

No Twitter, a PETA definiu a cantora como "um anjo dos animais" e os usuários da rede social concordaram. "Nós não vivemos mais na pré-história para vestirmos animais", comentou um deles na publicação.

Miley frequentemente fala sobre veganismo nas suas redes sociais. No início deste ano, ela publicou no Instagram uma foto com a legenda "Informação de hoje: você não pode dizer que se importa com os animais se você se alimenta deles".

Em 2017, a cantora foi votada como a celebridade vegana mais influente do ano e recebeu um Prêmio Celebridade Defensora da The Animal Rights National Conference (Conferência Nacional dos Direitos Animais), em que foi elogiada pelos organizadores do evento por não só falar sobre o veganismo, mas viver esse estilo de vida.

Assista ao clipe de Don't Call Me Angel: