Miley Cyrus chora com resultado das eleições e diz que aceita Trump como presidente

- O Estado de S.Paulo

Cantora posta vídeo aos prantos, agradece Obama e afirma que Hillary merece ser a primeira mulher presidente dos Estados Unidos

Miley Cyrus em campanha pela eleição de Hillary Clinton

Miley Cyrus em campanha pela eleição de Hillary Clinton Foto: Reprodução/Instagram

A cantora Miley Cyrus acordou como muitos na manhã desta quarta-feira, 9: triste com o resultado das eleições nos Estados Unidos. Apoiadora de Bernie Sanders e, depois das primárias, de Hillary Clinton, Miley não segurou as lágrimas ao gravar um vídeo para Donald Trump.

"Nós, Happy Hippies, nos ajustamos e aceitamos todas as pessoas, quem elas são. E por isso, Donald Trump, nós o aceitamos. Isso é difícil de dizer, mas eu até mesmo te aceito como presidente dos Estados Unidos", disse, vestindo a camiseta de suaONG, a Happy Hippies. 

Ela também agradeceu Obama pelos oito anos na presidência e disse que Hillary ainda merece ser a primeira mulher presidente do país.  "Eu gostaria que ela tivesse tido a oportunidade porque ela lutou por tanto tempo, e porque eu acredito quando ela diz que ama este país. Isso é tudo que ela fez: deu sua vida para deixá-lo melhor."

Além disso, deixou a porta aberta para Trump, caso ele queria conversar: "Por favor, trate as pessoas com amor, com compaixão, trate as pessoas com respeito. E eu farei o mesmo para você. E qualquer coisa que você queira conversar ou entender pessoas que não pensam da mesma forma que você ou as pessoas que te apoiam, por favor, se você quiser abrir sua mente a abrir seu coração, eu adoraria te dar a chave. Obrigada, e obrigada, Hillary, por nos inspirar".

Veja o vídeo completo, em inglês: