'Met Gala 2022' reúne estrelas internacionais em Nova York; veja fotos

Andréa Bambino - AFP

No coração de Manhattan, o icônico evento anual voltou a reunir centenas de famosos vestidos por grandes marcas

No 'Met Gala 2022', Blake Lively usou vestido celebrando arquitetura nova-iorquina.

No 'Met Gala 2022', Blake Lively usou vestido celebrando arquitetura nova-iorquina. Foto: Jamie McCarthy/AFP

NOVA YORK, EUA - Depois de subir os degraus mais exclusivos do planeta, estrelas e celebridades internacionais se reuniram na noite desta segunda-feira, 2, no evento de gala do Museu Metropolitano de Arte de Nova York (Met), uma festa filantrópica, que teve suas duas últimas edições afetadas pela pandemia.

No coração de Manhattan, o icônico evento anual voltou a reunir centenas de famosos vestidos por grandes marcas, em trajes sofisticados, glamourosos, inverossímeis ou portadores de mensagens políticas.

O dress code da festa, que está entre as mais seletivas do planeta, foi "Gilded glamour", palavras que remetem à "Era Dourada", a idade de ouro americana do final do século 19.

A coapresentadora Blake Lively foi uma das primeiras estrelas a causar deslumbramento, exibindo um vestido Versace com um grande laço de cetim acobreado que se desenrolava para revelar uma cauda turquesa.

Blake Lively e seu marido, o ator Ryan Reynolds, no tapete vermelho.

Blake Lively e seu marido, o ator Ryan Reynolds, no tapete vermelho. Foto: Evan Agostini/AP

A atriz, cujo marido, o ator Ryan Reynolds, usava um smoking de veludo marrom, descreveu o vestido como uma homenagem à arquitetura da cidade de Nova York, incluindo a Estátua da Liberdade e o Empire State Building.

A lista de 400 astros da moda, música, cinema, política e negócios, especialmente americanos, foi mantida em sigilo até o último momento, e inclui personalidades como Beyoncé, Billie Eilish, Justin Bieber, Olivia Rodrigo e Glenn Close.

Billie Eilish no 'Met Gala 2022'.

Billie Eilish no 'Met Gala 2022'. Foto: Evan Agostini/AP

O homem mais rico do mundo, Elon Musk, prometeu na entrada do evento tornar o Twitter a rede social "mais inclusiva possível", enquanto Hillary Clinton elogiou o "espírito dos Estados Unidos" presente no evento.

Novo dono do Twitter, Elon Musk disse, durante o 'Met Gala', que quer tornar rede social 'mais inclusiva possível'.

Novo dono do Twitter, Elon Musk disse, durante o 'Met Gala', que quer tornar rede social 'mais inclusiva possível'. Foto: Brendan Mcdermid/Reuters

A eterna diretora da revista Vogue, Anna Wintour, brilhou em um vestido Chanel. É ela que aprova a lista de convidados do evento.

O ingresso para a prestigiosa festa custa 35 mil dólares para um lugar no jantar. A reserva de uma mesa sai por 200 a 300 mil dólares.

Anna Wintour, editora da revista 'Vogue', é a responsável por aprovar os convidados do 'Met Gala'.

Anna Wintour, editora da revista 'Vogue', é a responsável por aprovar os convidados do 'Met Gala'. Foto: Evan Agostini/AP

 

'Fim da violência armada'

O evento também foi uma oportunidade para a política, o prefeito de Nova York, Eric Adams, usou uma roupa que tinha seu slogan de campanha "Fim da violência armada", em uma cidade abalada pela criminalidade. 

O prefeito de Nova York, Eric Adams, usou a roupa no 'Met Gala' como forma de protesto contra a violência armada.

O prefeito de Nova York, Eric Adams, usou a roupa no 'Met Gala' como forma de protesto contra a violência armada. Foto: Andrew Kelly/Reuters

Seguindo a mais pura tradição filantrópica americana, o evento, que acontece na primeira segunda-feira de maio, destina-se a financiar o departamento de moda do Metropolitan Museum (The Costume Institute) e coincide com sua grande exposição anual, apresentada pela manhã à imprensa na presença da primeira-dama dos Estados Unidos, Jill Biden.

A exposição inclui uma "antologia da moda" americana, uma retrospectiva do século 19 e 20 de uma centena de trajes épicos e reinterpretados por estilistas e diretores como Sofia Coppola, Martin Scorsese e Tom Ford.

O evento oocorre no momento em que jornalistas e editores da Vogue e de outros veículos do grupo Condé Nast (GQ, Vanity Fair, Glamour etc) lançam um movimento para a criação de um sindicato, lembrado nas redes sociais com um pastiche de capa da Vogue: "Met Gala 2022, a mais longa noite de trabalho".

 

Extravagância

Na escadaria que leva ao evento, todas as excentricidades são possíveis. Em 2019, o cantor e ator Billy Porter apareceu como o deus do sol, abrindo asas douradas e carregado por homens com torsos musculosos.

Mas ninguém igualou Lady Gaga e seu strip-tease que começou com um grande vestido fúcsia e terminou em lingerie preta.

Kim Kardashian, que apareceu toda vestida de preto, inclusive cobrindo o rosto, em setembro do ano passado, encerrou o espetáculo com um toque de brilho: com o cabelo platinado, ela usou um vestido bege brilhante, emulando o que Marilyn Monroe vestia quando cantou sua famosa versão de Happy Birthday Mr. President, na véspera do 60º aniversário da morte do ícone mundial.

Kim Kardashian, que surpreendeu no último 'Met Gala' com um look todo preto, apostou neste ano em um vestido bege.

Kim Kardashian, que surpreendeu no último 'Met Gala' com um look todo preto, apostou neste ano em um vestido bege. Foto: Evan Agostini/AP

Criada em 1948, a gala foi durante muito tempo reservada à altíssima sociedade de Nova York, mas Anna Wintour, que assumiu a festa em 1995, transformou-a em um evento adaptado à era das redes sociais.

Este ano, o título de copresidente honorário foi oferecido ao chefe do Instagram, Adam Mosseri, ao lado de Anna Wintour e do estilista Tom Ford. 

A noite em si é copresidida por um quarteto de estrelas: o casal de atores Blake Lively e Ryan Reynolds, a atriz vencedora do Oscar Regina King e o comediante e músico Lin-Manuel Miranda, criador do sucesso da Broadway Hamilton e autor de várias músicas na Disney.

Veja fotos de outros artistas que estiveram no evento:

Anitta.

Anitta. Foto: Justin Lane/EFE/EPA

Cardi B.

Cardi B. Foto: Justin Lane/EFE/EPA

Shawn Mendes.

Shawn Mendes. Foto: Angela Weiss/AFP

Hailey Bieber.

Hailey Bieber. Foto: Justin Lane/EFE/EPA

Nicki Minaj.

Nicki Minaj. Foto: Andrew Kelly/Reuters