Melim lança álbum ‘Deixa Vir Do Coração’ com músicas do Djavan

João Paulo dos Santos - Especial para o Estadão

Homenagem ao cantor brasileiro traz 13 faixas, todas com vídeo, em voz e violão; assista 'Outono' com participação de Djavan

Banda Melim lança álbum 'Deixa Vir Do Coração' com músicas do Djavan.

Banda Melim lança álbum 'Deixa Vir Do Coração' com músicas do Djavan. Foto: Sergio Blazer

A banda Melim lança nesta sexta-feira, 11, nas principais plataformas de streaming, o álbum Deixa Vir Do Coração que conta com regravações de músicas de um dos grandes nomes da música brasileira, Djavan.

Com releituras de hits como Se, Eu Te Devoro e Flor de Lis, o álbum é composto por 13 faixas, incluindo a participação especial do próprio Djavan na faixa Outono. Faixa esta que ganha vídeo também nesta sexta às 11h, no canal do Youtube da banda Melim.

Os vídeos das canções do álbum serão lançados em três blocos semanais, com cinco faixas nessa sexta-feira, 11, quatro no dia 16 e mais quatro no dia 23 de junho, no mesmo canal. O álbum foi todo gravado em formato voz e violão ao vivo e os clipes contam com direção de Ricardo Melchiades.

Segundo os irmãos Melim, a homenagem ao cantor de 72 anos surgiu numa conversa despretensiosa no carro e uniu a vontade dos três, que têm em Djavan um dos maiores ídolos e uma das maiores inspirações.

“Me lembro de falar sobre conexão e vontade de realizar algo que batesse em meu coração. Djavan está em tudo, e a influência dele na nossa música é muito forte”, explica Gabi Melim.

O álbum se inicia com a faixa Se, um dos maiores hits de Djavan, e nela já dá para sentir a fusão da obra do cantor com a cara da banda. Segundo Rodrigo Melim em entrevista ao Estadão, a fusão entre os dois trabalhos foi surgindo naturalmente apesar do desafio por ser uma obra tão complexa. 

Diogo Melim concorda com o irmão e afirma que “o maior desafio é a responsabilidade de estar se propondo a fazer, porque uma coisa é gostar, outra é se propor a fazer um álbum profissionalmente cantando Djavan que são músicas realmente complexas”. 

 

 

Produção de Max Viana, filho de Djavan

O desfio de gravar Djavan, porém, não foi superado apenas pela banda. Os irmãos enfatizaram a importância de Max Viana, produtor do álbum, amigo da Melim e filho de Djavan.  

“A escolha do Max para produzir veio do fato dele conhecer muito bem a obra do pai por completo, tocou por anos na estrada e nos trouxe a segurança de que a homenagem agradaria Djavan, que escolheríamos as músicas certas e que cantaríamos com exatidão todas as letras, melodias e harmonias vocais”, explicou Rodrigo Melim.

E foi por meio de Max que chegou o interesse da participação de Djavan no projeto. Acompanhando todo o desenvolvimento por trás dos bastidores, o cantor se dispôs a cantar e escolheu a música Outono com o trio.

 

 

Diogo lembra o momento inusitado em que Max disse que Djavan havia perguntado “se a banda gostaria que ele cantasse uma música juntos”.  

“Quando ele expressou a vontade de cantar com a gente na faixa Outono eu quase caí para trás, foi uma felicidade imensa”, lembrou Gabi.

Sobre o momento da participação, com todos os cuidados possíveis por conta da pandemia, os irmãos contam que foi algo único e especial poder cantar, gravar e até rir com um ídolo.

“A experiência de gravar com o Djavan é algo muito intenso, talvez a melhor coisa da sua vida, e ao mesmo tempo é muito duradouro. Tenho certeza que quando tiver 70 anos vou lembrar desse momento”, contou Rodrigo.

 

Juliano Moreira faz participação na faixa 'Nem um Dia' do álbum 'Deixa Vir Do Coração'.

Juliano Moreira faz participação na faixa 'Nem um Dia' do álbum 'Deixa Vir Do Coração'. Foto: Sergio Blazer

 

 

Melim quer aproximar Djavan público mais jovem

Para os integrantes da banda, a obra de Djavan já faz parte da vida deles, Diogo conta emocionado como Eu Te Devoro o faz lembrar de um momento em que sentia muita falta da filha, por não vê-la com a frequência que gostaria. 

“A parte que diz ‘mas se quer saber se eu quero outra vida, não, não’, me deu um momento de força, e percebi que a gente não escolhe como as coisas são, e que mesmo sendo difícil, se eu pudesse voltar, eu não escolheria diferente.”

Essas mensagens que permeiam as músicas de Djavan é que Melim pretende espalhar ainda mais. Gabi expressa a vontade de ser um canal para levar o Djavan até seu público mais novo.

“O mais bonito de tudo é ver que de alguma forma podemos ser o canal de conexão para o público mais jovem que não conhece a fundo a obra do Djavan, ser porta voz de composições atemporais de tanta riqueza musical e consistência. É um álbum homenagem de coração, voz e violão ao vivo, a esse cara que é tão importante para nós, para a música e para o mundo”.