'Me pergunto como será seguir a vida', diz ex-BBB Nayara de Deus sobre a morte da mãe

Redação - O Estado de S.Paulo

Emocionada, mulher postou um desabafo no Instagram

A jornalista e ex-BBB Nayara de Deus.

A jornalista e ex-BBB Nayara de Deus. Foto: Instagram / @nayaradedeusoficial

A mãe da jornalista e ex-BBB Nayara de Deus, Lúcia de Deus, morreu aos 68 anos na manhã da segunda-feira, 17, vítima de um câncer de pulmão.

A doença foi descoberta há dez dias em estágio terminal, quando já tinha comprometido a coluna, quadril e o cérebro da senhora.

"Do maior, ou, único medo da minha vida sempre esteve o de perder a minha 'nêga'. Me pergunto como será seguir a vida sem sua existência física. Sem sentir qualquer tipo de medo real que eu julgue não poder enfrentar", desabafou Nayara no Instagram.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Lúcia de Deus (1950-2018) O câncer descoberto há 10 dias que já tomara o pulmão direito do meu maior amor, minha mãe, já tinha comprometido coluna, quadril e cérebro. Ela se foi esta manhã, para um plano superior que a livrou das dores da jornada enfrentada ao longo dos últimos 10 dias nas duas internações médicas. Do maior, ou, único medo da minha vida sempre esteve o medo de perder a minha nêga. Me pergunto como será seguir a vida sem sua existência física. Sem sentir qualquer tipo de medo real que eu julgue não poder enfrentar. Afinal, embora alguns quilômetros nos separassem há 15 anos, é diferente quando a gente sabe que pode pegar um ônibus e sentir o abraço, ou, tê-la pronta para atender o telefone quando eu precisasse falar. E, por telefone, nos falávamos praticamente todo dia. Foi quem me ensinou os valores da liberdade, da independência. Quem me apregoou a importância da honestidade. Quem nunca mentiu sobre a existência de Papai Noel, coelhinho da páscoa, e já alertava, desde muito cedo sobre as responsabilidades e desafios que eu enfrentaria por ter herdado a semelhança de meus ancestrais africanos de que muito me orgulho. “Saiba arcar com as responsabilidades dos seus atos”. “Seja uma mulher de palavra”. Foram só algumas das frases de impacto que ouví repetidas vezes dessa grande mulher, desde muito nova. Frases que permearam as escolhas da minha vida. O céu está em festa. E ela me dizia que, do lado de lá ficaria mais fácil cuidar de mim. Eu espero muito que sim. De uma inteligência que me orgulhava e inspirava, era brava, exigente, mas, divertidaça. Não houve um amigo ou, namorado que a conheceu, que não tivesse pago “um pau” pra ela! Jovial, fazia amigos verdadeiros de todas as idades onde quer que fosse. Quanto bem fez essa preta pelas pessoas por aí, viu! Embora tenha passado a maior parte de sua vida no ABC paulista, o velório será agora, em Aguaí, interior de São Paulo, cidade onde nasceu e retornou após a aposentadoria. Segue, Lúcia de Deus, amor da minha vida. Esses últimos dias foram sofridos demais. Um descanso certamente merecido. Eu vou sobreviver ao inferno confiante de que vamos nos rever! É certo isso! Tâmojunto SEMPRE!♥️

Uma publicação compartilhada por Nayara de Deus (@nayaradedeusoficial) em

Em homenagem, a jornalista gravou um story na rede social em que um flautista toca uma canção no metrô de São Paulo. "Minha mãe gostava muito dessa música", escreveu.