MC Dricka é indicada ao BET Awards: 'Única brasileira representando o funk'

Bárbara Correa* - O Estado de S.Paulo

Cantora concorre na categoria de melhor novo artista internacional; ela e Emicida são únicos brasileiros na premiação

MC Dricka tem quatro anos de carreira como funkeira

MC Dricka tem quatro anos de carreira como funkeira Foto: Instagram/ @mcdricka

MC Dricka foi indicada ao prêmio BET Awards nesta segunda-feira, 7, que homenageia artistas afro-americanos de todo o mundo. A premiação será realizada no dia 27 de junho, nos Estados Unidos. 

A funkeira está concorrendo na categoria melhor novo artista internacional com diversos nomes da música. São eles: Arlo Parks, do Reino Unido, Bramsito, da França, Bree Runaway, Reino Unido, Elaine, África do Sul, Ronisia, França, e Tems, da Nigéria.

Com apenas quatro anos de carreira, a paulistana tem mais de 2 milhões de ouvintes mensais no Spotify e os principais sucesso dela são: Empurra Empurra, 38 Carregado, Vai Fazer Carão e Bate Bate.

Nos stories, a brasileira comemorou. "Estou muito feliz por essa indicação, a única brasileira representando o funk, e ainda mais o funk feminino. Agradeço de coração a todos que estão votando, votem bastante em mim", disse. 

Até então, o rapper Emicida era o único brasileiro indicado a premiação deste ano. No mês passado, foi divulgado que ele está concorrendo na categoria de melhor artista internacional. 

Em 2020, Djonga representou o Brasil no BET Awards pela primeira vez e concorreu na categoria melhor flow internacional. Neste ano, o evento será transmitido ao vivo na televisão, no canal MTV, às 21h. 

 

*Estagiária sob supervisão de Charlise Morais