Mayim Bialik se desculpa após ser acusada de culpar vítimas de assédio

Redação - O Estado de S.Paulo

Atriz de ‘The Big Bang Theory’ havia escrito texto em que expunha a cultura machista de Hollywood

Atriz pediu desculpas a todas as mulheres

Atriz pediu desculpas a todas as mulheres Foto: Instagram / @missmayim

A atriz Mayim Bialik, a Amy de The Big Bang Theory, pediu desculpas a todas as mulheres por um artigo publicado no The New York Times em que ela comentou sobre o machismo em Hollywood. Muitas pessoas entenderam que as palavras de Mayim culpavam as vítimas de assédio por seu comportamento ou por suas roupas.

“O que você veste e como se comporta não te protege de assédio, muito menos a torna culpada por ser assediada”, escreveu em suas desculpas. Ela reforçou que apoia a luta das mulheres para que a cultura machista acabe e defende que assediadores e estupradores sejam responsabilizados por seus crimes.

“Eu sinto muito por ter causado tanta dor e espero que todas vocês possam me perdoar”, se desculpou.

Confira a publicação:

Tradução: "Eu gostaria de comentar sobre o meu texto e a reação a ele. Deixe-me dizer claramente e explicitamente que eu sinto muito. O que você veste e como se comporta não te protege de assédio, muito menos a torna culpada por ser assediada.

Eu aplaudo a coragem das mulheres que se posicionaram. Eu apoio elas na luta para que os únicos responsáveis por assédios e estupros paguem pelos seus atos: aqueles que perpetuam esses crimes hediondos. Eu estou motivada a trabalhar duro para empoderar as mulheres.

Eu sinto muito por ter causado tanta dor e espero que todas vocês possam me perdoar”.

O texto de Mayim foi publicado após atrizes denunciarem que foram assediadas pelo produtor norte-americano Harvey Weinstein. Entre as vítimas que vieram a público estão Gwyneth Paltrow, Angelina Jolie e Cara Delevingne.

A partir do caso, mais atrizes como, por exemplo, Reese Witherspoon e Jennifer Lawrence deram seus relatos e expuseram que o problema não se restringe a um único produtor. Até mesmo veio à tona a história de que Carrie Fisher, a Princesa Leia de Star Wars, enviou uma língua de boi ao homem que assediou uma amiga.