Terry Crews depõe sobre assédio sexual que sofreu há dois anos

Redação - O Estado de S.Paulo

'Você é levado a pensar que esse tipo de comportamento faz parte do seu trabalho', disse o ator durante uma comissão judiciária nos EUA

Ator Terry Crews

Ator Terry Crews Foto: Mario Anzuoni/Reuters

Conhecido como o Julius de Todo Mundo Odeia o Chris, Terry Crews depôs em uma Comissão Judiciária do Senado dos Estados Unidos sobre o assédio sexual que sofreu de um executivo de Hollywood em 2016.

"O assédio durou alguns instantes, mas foi o suficiente para ele me dizer, ao segurar minhas genitálias, quem é que detinha o poder, que ele estava no controle", falou Terry.

O ator disse que muitas pessoas o desencorajaram a falar sobre o assunto e classificaram o incidente como uma brincadeira. No entanto, ele resolveu se pronunciar em solidariedade às mulheres que iniciaram o movimento de denúncia contra os casos de assédio em Hollywood.

"Esse problema é crítico em qualquer lugar em que haja uma dinâmica de poder. Hollywood definitivamente é uma área problemática simplesmente porque há muitas pessoas que a veem como um sonho e alguém tem poder sobre esses sonhos. O que também acontece é que você é levado a pensar que esse tipo de comportamento faz parte do seu trabalho", disse.

Terry falou que "a masculinidade tóxica permeia a cultura" e contou que viu seu pai abusar violentamente de sua mãe e prometeu a si mesmo que não cometeria o mesmo tipo de dominação sobre uma mulher. Contudo, isso não o impediu de ter relações de dominação para com outras pessoas.

"Como homem, eu fui ensinado minha vida inteira que eu deveria controlar o mundo. Por isso, usei de poder, influência e controle para dominar tudo: do campo de futebol americano até o estúdio de filmagem. Até mesmo em minha própria casa, com minha mulher e meus filhos", relatou.

O ator ainda falou que não participará da sequência de Os Mercenários 4 porque o produtor da franquia, Avi Lerner, "ligou para meu agente dizendo que eu teria de desistir do caso se quisesse estar na sequência de Os Mercenários. Do contrário, eu teria problemas", finaliza.

Confira o depoimento completo (em inglês):