Mari Palma faz tatuagem em homenagem ao pai, que tem deficiência visual

Redação - O Estado de S.Paulo

‘Desde pequena eu pensei no meu pai como um leão’, escreve jornalista nas redes sociais

A jornalista Mari Palma e o pai Luiz Palma.

A jornalista Mari Palma e o pai Luiz Palma. Foto: Instagram/@maripalma

Não é de hoje que Mari Palma presta homenagem ao pai. Luiz Palma tem deficiência visual e a filha já havia feito uma tatuagem com um trecho de uma música dos Beatles para ele: “Living is easy with eyes closed”.

Agora, a jornalista decidiu fazer uma segunda tatuagem nas costas. Na imagem, um leão de olhos fechados, com o rosto demonstrando paz.

“Desde pequena eu pensei no meu pai como um leão, sabe? Ele é do signo de leão, mas mais do que isso: pensei na força, na coragem, na garra e aí eu pedi para fazer um leão que tivesse um rosto sereno, de olhos fechados e um semblante de paz. Ela pegou uma foto do meu pai e desenhou esse leão que agora tá na minha pele e, olhando bem, a carinha do senhor Luiz Palma, né?”, escreveu na legenda da foto no Instagram.

O namorado dela, Phelipe Siani, comentou: “Ficou perfeito, amor! Muito orgulho de você e do gordo”, disse.

Luiz Palma teve uma doença degenerativa que o deixou completamente cego aos 50 anos de idade.

 

 

Em agosto, Mari Palma publicou uma foto em que aparece com o pai e a camiseta do Corinthians.

“O último jogo do meu pai no estádio foi há quase 20 anos, quando ele ainda enxergava uma coisa ou outra. Depois que ele perdeu totalmente a visão, decidiu que não fazia mais sentido ir. Mas agora, depois de muuuuita insistência, ele topou conhecer a Arena. Quando chegou e ouviu a torcida, ficou assim: com um sorriso bobo e os olhos cheios de lágrima”, escreveu.