Malu Verçosa, mulher de Daniela Mercury, descobre nódulo no pulmão

Laila Nery - ESPECIAL PARA O ESTADÃO

A jornalista fez um relato emocionado no Instagram e agradeceu a equipe médica

Malu Verçosa, mulher de Daniela Mercury, descobriu que o nódulo em seu pulmão havia reduzido em apenas cinco dias. 

Malu Verçosa, mulher de Daniela Mercury, descobriu que o nódulo em seu pulmão havia reduzido em apenas cinco dias.  Foto: Instagram / @maluvercosa

A jornalista Malu Verçosa, 45, mulher de Daniela Mercury usou as redes sociais nesta quarta-feira, 13, para falar sobre um problema que lhe causou um grande susto: há cinco dias, fazendo exames de rotina, ela descobriu um nódulo no pulmão esquerdo, com possibilidade de ser um tumor. Por sorte, ao retornar ao hospital para tirar o nódulo, foi informada pelas médicas que ele havia reduzido.

O casal estava em São Paulo, com viagem marcada para Salvador em dois dias. Elas desistiram de tudo e Malu saiu do hospital com data marcada para a cirurgia de retirada do nódulo. “A vida deu um nó! Não voltamos para Salvador como planejado inicialmente. Seguimos em São Paulo para mais exames e cirurgia. Ontem fomos pro hospital apreensivas. Eu ia fazer a biópsia e, em seguida, seguiria para a cirurgia.”

Malu contou que em nenhum momento aceitou que estava doente e nem mesmo queria se preparar para a cirurgia na data marcada. “Antes de sair do hotel, Daniela perguntou o que eu queria levar. Eu disse: ‘apenas o chinelo’, porque não gosto daquela pantufa de hospital”, contou Malu nas redes sociais.

“Falei a ela que a pantufa fazia eu me sentir doente e eu não estava. E reiterei que não ia levar nada porque íamos voltar pro hotel naquele mesmo dia. Ela ficou calada. Ao chegar no hospital, perguntaram da mala. Eu disse que não tinha trazido porque não ia precisar.”

E ela estava certa. Assim que deu entrada no hospital e as médicas começaram a se preparar para a cirurgia, Malu entrou para fazer uma tomografia, porque era preciso checar a posição do nódulo que seria retirado para a biópsia.

Quão grande foi a surpresa ao detectar que o nódulo havia reduzido drasticamente em apenas cinco dias. “As médicas já entraram na sala do exame me abraçando e celebrando. Uma festa. Eu não entendi nada. Elas tiveram que repetir a informação algumas vezes. O nódulo havia reduzido drasticamente e elas não fariam nem mais biópsia”, comemorou Malu nas redes sociais.

 

 

“Eu não sei se foi milagre, se meu pai, que já está em outro plano, intercedeu, se eu ainda tenho muito o que fazer aqui nesse planeta... não sei e não quero entender porque não é racional. A medicina não explica tudo. Só sei que sou abençoada. Que somos abençoadas. Sei também que naquele hospital fomos cercadas de amor e energia boa. Senti a felicidade de todos com a nossa felicidade, com meu livramento.”

Malu e Daniela agradeceram a toda a equipe médica que esteve ao lado delas durante esses cinco dias apreensivos e sambaram no hospital para comemorar a notícia da cura.