Maisa pretende criar iniciativa para ajudar crianças vítimas de abuso

Redação - O Estado de S.Paulo

‘Elas precisam ser acolhidas, protegidas e escutadas’, disse a apresentadora do SBT

Maisa Silva durante coletiva do 'Programa da Maisa'.

Maisa Silva durante coletiva do 'Programa da Maisa'. Foto: Gabriel Cardoso / SBT / Divulgação

Maisa Silva conversou com o jornalista Marcelo Tas no programa Provocações, da TV Cultura, na última terça-feira, 16. Em um papo de quase meia hora, a atriz mirim, de 17 anos, falou sobre seus sonhos e o que pensa sobre o machismo.

A jovem revelou que pretende criar um projeto para acolher crianças vítimas de abusos, pois o público infantil foi o primeiro com o qual trabalhou e se comove com casos de violência sexual. "Elas precisam ser acolhidas, protegidas e escutadas, não exploradas", disse.

Maisa falou também que defende o direito das mulheres e que feminismo nada mais é que a ideia de “acreditar na igualdade social, política e econômica entre mulheres e homens”.

"Ter a noção de que, historicamente, as mulheres foram rotuladas e limitadas desperta [em mim] a vontade de ser mulher, de usar isso ao meu favor", afirmou.

VEJA TAMBÉM: As melhores 'patadas' de Maisa Silva em Dudu Camargo e em Silvio Santos

Reprodução de cena do Programa Silvio Santos/SBT
Ver Galeria 13

13 imagens