Maiara e Maraisa cozinham para famílias de baixa renda e moradores de rua em Goiânia

Redação - O Estado de S.Paulo

Sertanejas e o cantor Fernando Zor ajudaram a produzir duas mil marmitas para pessoas em situação de maior vulnerabilidade durante o período de isolamento social

Fernando Zor, Maiara e Maraisa em ação voluntária no estádio Serra Dourada

Fernando Zor, Maiara e Maraisa em ação voluntária no estádio Serra Dourada Foto: Instagram / @eaicica

Fernando Zor, da dupla com Sorocaba, Maiara e Maraisa ajudaram na terça-feira, 31, a fazer mais de duas mil marmitas no estádio do Serra Dourada, em Goiânia. A comida foi entregue a profissionais que estão na linha de frente do combate ao novo coronavírus, moradores de rua e às famílias pobres que tiveram a renda comprometida pela falta de trabalho durante a pandemia

Maraisa comentou a iniciativa pelo Instagram com uma foto em que aparece cozinhando e vestindo máscara cirúrgica. "Estamos empenhados nesse movimento e fizemos questão de ajudar nessa 'guerra'. É uma forma de nos envolvermos com doações e voluntariado. Estamos todos no mesmo barco contra esse inimigo invisível. A hora é de nos unirmos em prol do nosso próximo e fazermos o que estiver ao nosso alcance", escreveu na rede social. 

A cantora pediu a colaboração de todos com cestas básicas e iniciativas voluntárias. "Você que quer ajudar e ainda não sabe como, aqui temos um ponto de apoio e recebimento de doações", afirmou. A iniciativa contou com a ajuda de paróquias e do Núcleo de Direitos Humanos da Defensoria Pública do Estado de Goiás. 

Maiara também falou sobre o trabalho voluntário e fez um chamado para outros agentes da sociedade. "Convoco todos meus amigos, artistas e empresários para entrarem juntos com a gente nessa. Coloco meu Instagram à disposição de grandes marcas que se interessarem em ajudar”, disse. Fernando Zor, por sua vez, pediu nas redes sociais para a população deixar alimentos não perecíveis no estádio Serra Dourada. 

Veja fotos e vídeos do trabalho:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Hoje saímos de casa, excepcionalmente, para estarmos aqui no estádio do Serra Dourada, para a produção de 2 mil marmitas, que irão atender aos profissionais da linha de frente de combate ao Covid-19 e às famílias de baixa renda, impossibilitadas de exercerem seu trabalho aqui em Goiás! Tudo é feito com a máxima assepsia, respeitando todas as normas de higiene, com luvas, toucas, máscaras e obedecendo a distância segura entre os voluntários ! Eu, @maiara , @fernando e toda a nossa família estamos empenhados nesse movimento e fizemos questão de ajudar nessa “guerra”! É uma forma de nos envolvermos com doações e voluntariado. Estamos todos no mesmo barco contra esse inimigo invisível! A hora é de nos unirmos em prol do nosso próximo e fazermos o que estiver ao nosso alcance, para que todos possam ter um mínimo de dignidade nesse momento tão difícil e inédito na vida de todos nós! Esse trabalho está sendo realizado e distribuído pelas Paróquias Nossa Senhora da Assunção pelo Padre Marcos Rogério, Paróquia Menino Coração de Jesus pelo Padre Luís, Paróquia Divino Espírito Santo pelo Padre Léo e pelo Encontro de Casais com Cristo (ECC). A ação também atenderá às pessoas em situação de rua através do Santuário Sagrada Família e do Núcleo de Direitos Humanos da Defensoria Pública do Estado de Goiás, na pessoa do Defensor Público Dr. Philipe Arapian. Pedimos a todos que puderem, doações de cestas básicas para poderem continuar cozinhando para atender a todos que precisam! Você que quer ajudar e ainda não sabe como, aqui temos um ponto de apoio e recebimento de doações. Vamos unir nossas forças para vencermos essa batalha que é de todos nós, continuando com nossas orações e abençoando uns aos outros!!! @eaicica

Uma publicação compartilhada por Maraisa (@maraisa) em

 

Receba no seu email as principais notícias do dia sobre o coronavírus