Mãe biológica de Zahara Jolie quer retomar contato: 'me deixem falar com minha filha'

- O Estado de S.Paulo

Menina etíope foi adotada por Angelina e Brad Pitt em 2005, quando ela tinha seis meses

Angelia Jolie com Zahara Marley Jolie-Pitt (esq.) e Shiloh Nouvel Jolie-Pitt (dir.)

Angelia Jolie com Zahara Marley Jolie-Pitt (esq.) e Shiloh Nouvel Jolie-Pitt (dir.) Foto: Kevin Winter/Getty Images/AFP

Mentewab Dawit Lebiso é a mãe biológica de Zahara Jolie, menina etíope adotada por Angelina e Brad Pitt em 2005, quando a criança tinha apenas seis meses. Depois de 12 anos, ela entrou em contato com a atriz para pedir para falar com a filha. 

Em entrevista ao Daily Mail, Mentewab disse que está desesperada para ser parte da vida da filha, que, atualmente, tem 12 anos. Ela afirmou que seu sonho é conhecer a menina, mas que já ficaria feliz em ouvir sua voz. “Eu não quero minha filha de volta, só estar em contato com ela e poder ligar para ela”, explicou ao veículo britânico. 

A mãe biológica sabe que o casal deu tudo que ela poderia desejar para a filha, no entanto, isso não quer dizer que ela não sinta saudades. Todo ano, ela lembra o aniversário da filha, mas fica triste em não poder comemorar com ela. 

Durante a entrevista ao Daily Mail, Mentewab se emocionou e chorou ao falar sobre a menina. “Eu gostaria que Zahara soubesse que ela tem uma mãe que a ama tanto quanto Angelina”, disse ao veículo. Mãe e filha perderam o contato desde que Zahara foi adotada, em 2005. 

Ela ainda assumiu que nunca poderia dar a mesma vida que os pais adotivos proporcionaram a Zahara, “mas eu ainda gostaria de ter algum contato. Gostaria de ver a cara dela. Ela se tornou uma linda mulher e eu estou muito orgulhosa dela”. 

Quando Angelina e Brad Pitt adoraram a menina, ela era considerava orfã e achavam que os pais haviam morrido de aids. Foi em 2007 que Mentewab deu sua primeira entrevista e souberam que ela estava viva.