Macron repreende jovem francês: 'Me chame de senhor presidente'

Redação - O Estado de S.Paulo

Presidente da França se irritou com garoto que o tratou de modo informal e que cantou hino socialista durante cerimônia oficial

Presidente francês Emmanuel Macron

Presidente francês Emmanuel Macron Foto: Charles Platiau/Reuters

Um jovem francês levou uma bronca do presidente da França, Emmanuel Macron, após falar com ele de maneira informal durante uma cerimônia oficial nessa segunda-feira, 18. As informações são da Reuters.

Macron cumprimentava alguns jovens durante uma cerimônia no norte da França em homenagem a um discurso do general Charles De Gaulle convocando os franceses a resistirem à dominação nazista durante a Segunda Guerra Mundial.

Nesse momento, uma emissora de televisão captou um menino cantando o hino socialista da Internacional Comunista antes de se dirigir a Macron de modo informal: “Como vai, Manu?”.

“Não, você não pode fazer isso não”, disse. O garoto pede desculpas, mas ele continua a dar a bronca: “Você está em uma cerimônia oficial e deve se comportar. Pode bancar o palhaço, mas hoje é a Marseillaise [hino francês] e o Chant des Partisans [música da resistência] que vamos cantar, então me chame de ‘Senhor presidente’ ou ‘Senhor’”, falou.

O menino ouviu o sermão do político, que seguiu: “Você precisa fazer as coisas do jeito certo. Mesmo que você queira liderar uma revolução um dia, precisa primeiro ganhar um diploma e aprender a colocar comida na mesa. Aí, sim, você poderá querer dar lições aos outros”.

A imagem da bronca repercutiu nas redes sociais e Macron compartilhou o vídeo do encontro em seu Twitter: “O respeito é o mínimo em uma República, ainda mais num 18 de junho e na presença dos companheiros da libertação. Mas isso não nos impede de ter uma conversa descontraída. Assistam até o fim”.

Confira (em francês):