Luiza Brunet se pronuncia após decisão favorável a Lírio Parisotto na Justiça

Redação - O Estado de S.Paulo

Empresário foi condenado por agressão em 2017 e caso judicial envolve reconhecimento de união estável

Luiza Brunet e Lírio Parisotto

Luiza Brunet e Lírio Parisotto Foto: Luciana Prezia

Luiza Brunet e Lírio Parisotto se pronunciaram após nova decisão na Justiça ocorrida nesta sexta-feira, 21. O empresário já foi condenado por agressão à modelo ocorrida enquanto os dois viviam um relacionamento, e, desde então, Luiza tem buscado o reconhecimento de uma união estável.

Por meio de nota, a defesa do empresário afirmou que "a modelo Luiza Brunet perdeu o processo que movia contra o empresário Lírio Parisotto pretendendo comprovar união estável e ter direito a metade do patrimônio formado por ele no período em que se relacionaram (2012/2015)".

“A tese foi derrubada pelo Tribunal por três votos a zero, que entendeu, acertadamente, que o casal mantinha apenas uma relação de namoro”, afirmou o advogado de Lírio, Luiz Kignel, do PLKC Advogados.

Luiza Brunet se manifestou em nota em seu Instagram. "O julgamento havido na data de hoje no Tribunal de Justiça de São Paulo não encerra a questão. Pontos cruciais para o reconhecimento da união estável não foram levados em conta pelo Tribunal de Justiça", informou.

Na sequência, continuou: "No momento oportuno será apresentado o recurso cabível ao Superior Tribunal de Justiça".

Em outra postagem, Luiza Brunet escreveu: "A minha maior vitória já aconteceu. Foi a condenação do meu agressor. O reconhecimento da união estável faz parte da minha vida e é um direito que tenho. A luta continua por mim e por todas as outras mulheres".

"Posso dizer que eu e ele sabemos o que foi vivido entre 2011 e 2016", afirmou. 

Entenda a disputa na Justiça envolvendo Luiza Brunet e Lírio Parisotto

Em 5 junho de 2017, Lirio Parisotto foi condenado por agressão contra Luiza Brunet ocorrida em maio de 2016. Em depoimento dado em novembro de 2016, Luiza afirmou que apanhou duas vezes do então marido. Em uma das brigas, ela ficou com quatro costelas fraturadas. 

Durante o processo, o empresário alegou ser inocente e sua defesa sustentou que Parisotto apenas se defendeu das agressões de Brunet.

Desde então, Luiza Brunet busca o reconhecimento do antigo relacionamento como uma união estável. Em maio de 2018, Lírio Parisotto comemorou decisão favorável a ele no tribunal, enquanto Luiza afirmou que recorreria.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Se perde a batalha mas a luta continua. “Posso dizer que eu e ele sabemos o que foi vivido entre 2011 a 2016”.

Uma publicação compartilhada por Luiza Brunet (@luizabrunetoficial) em

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

NOTA.

Uma publicação compartilhada por Luiza Brunet (@luizabrunetoficial) em