Livia Giuggioli, esposa de Colin Firth, desiste de processar o ex-amante

Redação - O Estado de S.Paulo

Ela havia denunciado o homem depois que ele, inconformado com o fim do relacionamento, passou a ameaçá-la

O ator Colin Firth e sua esposa, Livia Giuggioli, durante a première do filme 'Kingsman: O Círculo Dourado' em Londres, em 2017.

O ator Colin Firth e sua esposa, Livia Giuggioli, durante a première do filme 'Kingsman: O Círculo Dourado' em Londres, em 2017. Foto: REUTERS/Eddie Keogh

A produtora italiana de cinema Livia Giuggioli, esposa do ator britânico Colin Firth, desistiu de processar seu ex-amante Marco Brancaccia. 

Livia denunciou Brancaccia para as autoridades depois de ser ameaçada e perseguida por ele, que se mostrou inconformado por causa do fim do relacionamento. 

De acordo com o jornal britânico The Sun, o caso, que estava correndo na justiça italiana, chegou ao fim ontem, quando os advogados de ambas as partes anunciaram um acordo. "No melhor interesse das famílias, as partes concordaram em selar um acordo privado", disseram em declaração oficial. 

Especula-se, no entanto, que o acordo veio porque o casal não gostaria de ver os detalhes do romance expostos na corte e na imprensa. 

O caso de Livia foi divulgado em março deste ano. A produtora italiana viveu um relacionamento de cerca de um ano com Brancaccia, de quem era amiga desde a infância, durante uma breve separação com Firth - com quem é casada desde 1997. 

A situação fugiu ao controle quando Livia decidiu voltar para o marido e o amante, inconformado, passou a enviar mensagens de texto ameaçadoras e a fazer ligações telefônicas agressivas. Ele chegou a enviar uma mensagem para o ator contando sobre o romance.