Liminha está otimista com tratamento para recuperar movimentos faciais após AVC

Redação - O Estado de S.Paulo

Assistente de palco do SBT publica, diariamente, imagens de artistas que participam do projeto 'Sorriso Bello'

Liminha, assistente de palco do SBT, e o humorista Alexandre Porpetone.

Liminha, assistente de palco do SBT, e o humorista Alexandre Porpetone. Foto: Instagram/@liminhasbt

Diariamente, Liminha publica fotos de artistas que participam do projeto 'Desafio Meia Boca do Liminha'. Amigos e personalidades já enviaram imagens entortando a boca para chamar atenção para o problema, ocasionado após um diagnóstico de AVC. "A paralisia não pode tirar seu sorriso e sua alegria!", enfatiza o assistente de palco do SBT.

Em setembro, Liminha sofreu um Acidente Vascular Cerebral enquanto gravava um programa e teve de ser socorrido às pressas. Após o AVC, ele foi diagnosticado com Paralisia de Bell.

Os médicos estimam que o funcionário da emissora consiga recuperar os movimentos do rosto em até seis meses. Ele realiza tratamento com fonoaudiólogo, oftalmologista, fisioterapeuta, dentista e psicólogo, segundo informações da esposa Fernanda Fiuza.

No perfil dele no Instagram, Liminha sempre compartilha a evolução do quadro de saúde com os seguidores. "Amigos, vocês que estão torcendo para que o Liminha se restabeleça rapidamente, acabei de gravar o programa do Silvio, e como estou mostrando passo a passo com vocês, a minha esposa arrumou um negócio muito bacana", escreveu no vídeo, agradecendo a esposa, que criou um canal no WhatsApp para trocar informações com outras pessoas que também sofrem com o mesmo problema.

Assista ao vídeo: