'Lembra quando falavam que seu filho ia ser bandido?', diz Nego do Borel

Redação - O Estado de S.Paulo

Homenagem do cantor para o Dia das Mães relembrou período em que ele matava aulas e família tinha problemas morando em uma casa com goteira

Nego do Borel quando era mais jovem e a mãe

Nego do Borel quando era mais jovem e a mãe Foto: Reprodução Instagram/ @negodoborel

Nego do Borel escolheu uma foto antiga para homenagear a mãe neste domingo, 10, Dia das Mães. A imagem mostra os dois em uma casa humilde, sem acabamento e que tinha goteiras. Na legenda, o cantor relembrou as dificuldades financeiras que passaram e o preconceito que enfrentaram.

"Mãe linda, lembra quando falavam que seu filho ia ser bandido quando grande? Lembra que falaram que seu filho não ia dar em nada?", escreveu o artista referindo-se ao racismo. 

Atualmente, Nego mostra no Instagram que mora em uma casa grande e chique, faz viagens internacionais e tem acesso a itens de luxo. No entanto, nem sempre sua vida foi assim e ele fez de destacar essa questão no post no Instagram dedicado à mãe.  "Lembra quantas vezes eu matei aula (me arrependo hoje), repeti sete vezes. Pois é, mãe, eu me lembro quando chovia na nossa casa e a gente saía botando panela na direção das gotas dentro de casa. Lembra, mãe, quando eu não almoçava para poder jantar? Lembra, mãe, quando muitos olhavam pra senhora e falava que a senhora ia morrer. Lembra, mãe, quando a gente ficou de dar mil reais, casa que a prefeitura comprou para gente e a gente tinha que dar o final. O dono da casa queria pegar a casa de volta. Lembra da senhora com dor de dente, mãe?"

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Nego do Borel (@negodoborel) em

O cantor também lembrou das adversidades que sua avó enfrentou sendo faxineira. "Lembra que minha vó tinha que subir o morro todos os dias cansada depois de um dia limpando vaso, limpando casa de madame... Então, mamãe, é bom a gente nunca esquecer que somos vencedores. [...] Hoje minha vó tem uma idade já, o dia que ela partir eu vou poder respirar fundo e falar, eu dei orgulho para minha vó e pra minha mãe."

"Consegui ter um futuro diferente de muitos amigos que perdi para o tráfico e muitos que nem aqui estão mais. Eu te amo, mãe. Eu tenho muito orgulho da senhora, aqueles castigos que você e minha vó me botavam adiantou, aqueles puxões de orelha", afirmou Nego do Borel.

O cantor também divulgou fotos atuais dele com mãe nos stories do Instagram.