Kourtney Kardashian adia casamento com Travis Barker

Laila Nery - ESPECIAL PARA O ESTADÃO

Casal enfrenta dificuldades em conceber uma gravidez e está passando por tratamento de fertilização

Kourtney e Travis pretendiam se casar em maio, mas a gravidez se tornou uma prioridade e o evento foi adiado.

Kourtney e Travis pretendiam se casar em maio, mas a gravidez se tornou uma prioridade e o evento foi adiado. Foto: Instagram / @TravisBarker

O jornal Norte-americano The Sun divulgou nessa sexta-feira, 25, que a influenciadora Kourtney Kardashian decidiu adiar o casamento com o baterista Travis Barker, que estava previsto para maio deste ano após as consecutivas tentativas de gravidez sem êxito.

Apesar da comemoração ter sido adiada, o casal trocou alianças em dezembro de 2021. Fotografias do momento romântico, na areia da praia, onde eles estavam rodeados por rosas vermelhas foram divulgadas, assim como a torcida das irmãs e mãe de Kourtney para que a parceria desse certo. Os dois também possuem cinco filhos.

Kourtney é mãe de Mason, 12, Penélope, 9 e Reign, 7. Já Travis, é pai de dois adolescentes: Landon Barker, 18, e Alabama, 16. A vontade de serem pais novamente e o processo de fertilização in vitro é mostrado no reality show The Kardashians, onde a família compartilha seu cotidiano.

Entre as cenas, é possível ver Kourtney e Travis Barker numa clínica de planejamento familiar. A modelo e o baterista falam sobre a vontade de ter um filho, mas os planos não saíram como desejado.

“Eu e Travis queremos ter um bebê”, comenta Kourtney, em seguida, a câmera mostra o casal numa clínica de inseminação, onde Travis é orientado a colocar uma amostra de esperma num copo.

"O casamento deles vai ser um evento imenso que vem sendo planejado por eles há vários meses e estava inicialmente previsto para maio, eles queriam que fosse o quanto antes”, disse a fonte ligada a Kourtney ao The Sun.

“Mas como ela tem sofrido com a inseminação artificial e todas suas incertezas, ela achou melhor suspender os planos do casamento porque acha que é coisa demais".