Kevin Spacey aparece de surpresa em audiência e se declara inocente

Redação - O Estado de S.Paulo

O ator é acusado de agressão sexual por um jovem, na época com 18 anos

O ator Kevin Spacey em audiência preliminar do julgamento no qual é acusado de agressão sexual.

O ator Kevin Spacey em audiência preliminar do julgamento no qual é acusado de agressão sexual. Foto: Steven Senne/AP Photo

O ator Kevin Spacey apareceu de surpresa no tribunal de Massachusetts, nos Estados Unidos, nesta segunda-feira, 3, onde se realizava uma audiência preliminar do julgamento em que é acusado de agressão sexual.

A presença do ator na corte foi inesperada, uma vez que ele não era obrigado a ir à audiência e procurou se manter afastado dos tribunais durante todo o processo.

Spacey defendeu sua inocência diante do tribunal, que julga uma denúncia feita por um jovem que trabalhava como garçom em um bar da ilha Nantucket. O rapaz, na época com 18 anos, garante que sofreu uma agressão sexual por parte do ator em julho de 2016. Os dois teriam começado a conversar de forma amigável no bar e a suposta vítima teria mentido sobre sua idade, dizendo que tinha 23 anos em vez de 18.

O advogado do ator denunciou que as provas contra Spacey foram manipuladas. Ele pediu ao juiz que exija uma cópia forense "completa e inalterada" dos dados do telefone do acusador, pois conteriam mensagens e fotos que comprovariam a inocência de Spacey.

O garçom explicou à polícia que Spacey lhe comprou várias bebidas alcoólicas - a idade mínima para beber álcool nos Estados Unidos é 21 anos - e insistiu para que fosse a sua casa. Mais tarde, ele teria acariciado a coxa e desabotoado as calças do rapaz, esfregando seu pênis por cerca de três minutos. O jovem disse que não sabia o que fazer porque não queria enfrentar problemas por beber sem ter a idade permitida e publicou uma gravação de parte do suposto toque sexual na rede social Snapchat.

Se for considerado culpado, o ator de House of Cards pode pegar até dois anos de prisão. A defesa dele questionou a credibilidade do denunciante ao destacar que o jovem teria rasurado várias mensagens. O advogado argumentou que as conversas entre o ator e o garçom demonstrariam que ambos mantiveram "flertes consensuais" e denunciou que algumas das imagens apresentadas pela acusação foram alteradas.

O advogado também disse que a polícia teve acesso ao telefone da suposta vítima no final de 2017 e não revelou esse fato até pouco tempo atrás, algo que, segundo ele, foi de propósito.

Ganhador de dois Oscar por Os Suspeitos (1995) e Beleza Americana (1999) e considerado um dos melhores atores de sua geração, a carreira de Spacey foi atingida por várias acusações de comportamento sexual inapropriado, ainda que este seja o único caso criminal contra ele.

Com informações da agência EFE