Julia Roberts diz que não teve posicionamento feminista ao mostrar axila em foto

Redação - O Estado de S.Paulo

'Apenas não soube calcular bem o comprimento da minha manga com o aceno', afirmou sobre registro de 1999

Julia Roberts durante a première do filme 'Notting Hill', em 27 de abril de 1999, em Londres.

Julia Roberts durante a première do filme 'Notting Hill', em 27 de abril de 1999, em Londres. Foto: Ian Waldie / Reuters

A atriz Julia Roberts afirmou que o fato de ter exibido os pelos de suas axilas em foto tirada há 19 anos, em 1999, não teve a ver com um possível posicionamento feminista de sua parte à época.

Em entrevista ao programa Busy Tonight que foi ao ar no domingo, 4,  a apresentadora Busy Phillips abordou o tema do feminismo e relembrou uma foto de Julia na pré-estreia do filme Um Lugar Chamado Notting Hill, em 1999.

Na ocasião, a atriz acenou para cumprimentar alguém e, neste momento, deixou à mostra os pelos de sua axila.

"Você nunca disse se aquilo era realmente uma declaração [feminista]. Quando eu era uma jovem mulher, eu meio que levei aquilo como uma manifestação, achei que era realmente punk rock e legal", disse Busy.

Em seguida, perguntou: "Estava pensando se você, naquele momento, estava sentindo como se fosse algo como uma manifestação ou se você literalmente estava tipo: 'Não consigo depilar meu braço'?"

Julia Roberts durante a première do filme 'Notting Hill', em 27 de abril de 1999, em Londres.Julia Roberts durante a première do filme 'Notting Hill', em 27 de abril de 1999, em Londres.

Julia Roberts durante a première do filme 'Notting Hill', em 27 de abril de 1999, em Londres.Julia Roberts durante a première do filme 'Notting Hill', em 27 de abril de 1999, em Londres. Foto: Ian Waldie / Reuters

"Aquela foto está viva na minha mente desde aquele momento. Acho que eu apenas não soube calcular bem o comprimento da minha manga e o aceno, como essas duas coisas se sairiam juntas e revelariam coisas pessoais sobre mim", respondeu Julia.

A atriz ressaltou que não pensou em fazer qualquer tipo de posicionamento naquele momento: "Então isso não foi muito uma manifestação, já que foi apenas parte de uma manifestação que fiz como humana no planeta, para mim mesma"