Juiz bloqueia permanentemente a divulgação de registros da autópsia de Bob Saget

Redação - O Estado de S.Paulo

Ator morreu em janeiro deste ano; liminar foi concedida a pedido da família

Bob Saget morreu em janeiro por conta de um traumatismo craniano.

Bob Saget morreu em janeiro por conta de um traumatismo craniano. Foto: Mario Anzuoni/REUTERS

Um juiz da Flórida, nos Estados Unidos, bloqueou permanentemente a divulgação de registros relacionados à investigação da morte de Bob Saget, ator de Três é Demais Fuller House. A informação foi dada pelo jornal estadunidense New York Post.

Segundo o jornal, o pedido da limitar havia sido feito pela família do ator e foi acatado pelo juiz Vincent Chiu nesta segunda-feira, 14. Conforme a decisão, a divulgação de fotos, vídeos e outros detalhes da autópsia da morte do artista é proibida.

Bob Saget morreu em janeiro em decorrência de um traumatismo craniano. O comediante foi encontrado desacordado em um hotel em Orlando, na Flórida, após bater acidentalmente a cabeça.

"Enquanto continuamos a chorar juntos, pedimos a todos que se lembrem do amor e do riso que Bob trouxe a este mundo e das lições que ele nos ensinou", disse a família em um comunicado à agência Reuters um mês depois do acidente.