Jornalista relata caso de assédio contra Kevin Spacey

Redação - O Estado de S. Paulo

Denúncia ocorreu antes de revelação do ator Anthony Rapp, que disse no último domingo, 29, que Spacey o assediou em 1986

O ator Kevin Spacey

O ator Kevin Spacey Foto: Eduardo Munoz Alvarez / Reuters

E a onda de denúncias de assédio em Hollywood continua após o escândalo envolvendo o produtor Harvey Weinstein, acusado de abuso sexual por atrizes de cinema. A bola da vez é Kevin Spacey.

Segundo o que o ator Anthony Rapp, da série Star Trek: Discovery, afirmou ao BuzzFeed no último domingo, 29, o protagonista de House of Cards teria tentado seduzi-lo e abusado dele em 1986, quando Rapp tinha 14 anos, e Spacey, 26.

O premiado ator, no entanto, também já foi alvo de outras acusações de assédio. Em 13 de outubro, a jornalista Heather Unruh, ex-âncora do Channel 5 nos Estados Unidos, escreveu em seu perfil do Twitter que um conhecido havia sofrido assédio de Spacey.

“O #weinsteinscandal (escândalo de Weinstein, em tradução livre) me encorajou — hora da verdade. Eu era uma fã de Kevin Spacey até ele assediar uma pessoa querida. Tempo em que o dominó cai”, disse Unruh em sua rede social.

Em seu perfil no Twitter, na madrugada desta segunda-feira, 30, o ator Kevin Spacey se pronunciou sobre a acusação de Rapp e publicou nota na qual dizia “honestamente não lembrar do encontro”, que “teria sido há mais 30 anos”. “Mas se eu me comportei como ele descreveu, devo a ele as mais sinceras desculpas pelos sentimentos que ele descreveu ter carregado com eles nesses anos", afirmou.

Na nota, Spacey assume a homossexualidade, embora tenha admitido que pessoas próximas a ele saibam que o ator teve relacionamentos com homens e mulheres ao longo da vida. “E eu escolho agora viver como um homem gay”, escreveu na publicação. Spacey tem sido criticado nas redes por usar a revelação de sua orientação sexual como distração para o assédio alegado por Rapp.