Jornalista da GloboNews revela ao vivo que está com câncer de mama

Redação - O Estado de S.Paulo

Lilian Ribeiro diz que perdeu parte dos cabelos por causa da quimioterapia

Lilian Ribeiro descobriu que está com câncer em outubro

Lilian Ribeiro descobriu que está com câncer em outubro Foto: Twitter/ @GloboNews

A jornalista da GloboNews, Lilian Ribeiro, fez um desabafo ao vivo nesta segunda-feira, 8, sobre sua luta contra o câncer de mama. A apresentadora explicou que foi diagnosticada com a doença no mês passado. 

"Você deve ter reparado, né? Estou com o visual um pouquinho diferente", comentou a jornalista sobre o lenço que estava usando na cabeça. 

"Eu quero muito dividir com você o motivo disso. No dia 1º de outubro, eu fui diagnosticada com câncer de mama. É difícil, não é fácil. Mas estou me tratando, estou me cuidando", disse.

“Comecei a fazer quimioterapia, tenho me saído bem, como dizem os médicos, poucas reações, algumas um pouco chatinhas, mas a gente segue em frente”, explicou.

“E, como boa parte das pessoas que fazem quimioterapia, eu perdi uma parte grande dos meus cabelos. Então, nesse processo a caminho da cura, nos próximos meses eu vou aparecer assim na tela da GloboNews, com um lenço", continuou.

Lilian também contou por que decidiu continuar aparecendo no programa. "Eu queria muito que esse lenço fosse para você aí em casa a lembrança menos da doença que eu estou enfrentando e muito mais do fato de que estou me cuidando, fazendo o melhor por mim", disse. "Isso inclui estar aqui. Inclusive, com a orientação dos meus médicos, que entendem que estar aqui, trabalhando, atuando, também me ajuda nesse caminho."

A jornalista ainda disse que ouviu de um pastor uma história que a incentivou, sobre uma mulher que estava em estado crítico, mas se mantinha alegre. "Eu tenho um câncer, mas esse câncer nunca me teve", teria dito ao religioso.

"Esse é um jeito bonito de viver quantos dias tivermos nessa vida tão doida. E é o meu desejo para você. Porque dores sempre temos e sempre teremos, mas que as nossas dores nunca nos tenham", finalizou.