Jojo Todynho lamenta morte da mãe e pede empatia de ‘uma sociedade adoecida’

Redação - O Estado de S.Paulo

‘Deus tirou de mim uma das pessoas mais importantes’, diz a cantora

A funkeira Jojo Todynho.

A funkeira Jojo Todynho. Foto: Instagram/@jojotodynho

Jojo Todynho, de 23 anos, anunciou pelo Instagram na tarde desta terça-feira, 26, que sua mãe de criação, Maria Helena, de 60 anos, morreu. Em lágrimas, a cantora publicou um vídeo de oito minutos lamentando a perda. Até o momento desta publicação, a artista não confirmou se a perda foi por covid-19. A idosa fazia hemodiálise e era considerada do grupo de risco da doença.

"Deus tirou de mim uma das pessoas mais importantes, que foi essencial na minha vida para ajudar a minha vó e eu me tornar quem eu sou hoje, com valores e respeito ao próximo", afirmou. "Estou sem acreditar que a minha mãe Maria Helena me deixou."

Jojo aproveitou ainda para refletir sobre as aparências que existem no mundo das personalidades. "Vocês acham que o mundo gira em torno de fama. Fama não é tudo, beleza não é tudo, dinheiro não é tudo. Vai ficar tudo. Até quando vocês vão olhar pela aparência e vão viver na internet atacando as pessoas?", criticou.

Pedindo para as pessoas se colocarem no lugar do próximo, a funkeira afirmou que a sociedade está adoecida e pediu amor e respeito ao próximo. "A gente tem uma geração adoecida onde só a opinião delas valem. Dizem que lutam tanto pela democracia, mas se a pessoa tiver uma opinião diferente, é cancelada. Eu não estou nem aí. Sua verdade está aqui, no coração e na mente."

Pelos stories do Instagram, Jojo afirmou que vai se afastar da rede social. David Brazil, MC Rebecca, Simone Sampaio e outras personalidades lamentaram a perda. “Meus sentimento, Jojo. Que Deus abençoe e fortaleça o seu coração e dos seus familiares”, escreveu a cantora Lexa.